Marinho voltou a jogar bem e o Peixe dá sinais de uma clara evolução com Diniz. Foto: Ivan Storti/Santos FC

Marinho voltou a jogar bem e o Peixe dá sinais de uma clara evolução com Diniz. Foto: Ivan Storti/Santos FC

O clássico San-São disputado na Vila Belmiro nos indicou muito sobre Santos e São Paulo. Além da vitória por 2 a 0, o bom desempenho do Peixe mostrou que o time de Fernando Diniz tem um caminho traçado. Enquanto isso, o Tricolor parece ter se perdido.

Melhor na maior parte da partida, o Santos mostrou clara evolução sob o comando de Diniz. O Alvinegro já vinha de boa partida diante do Fluminense, quando jogou melhor, mas acabou derrotado por 1 a 0. Na Vila, o Peixe foi intenso e organizado, dominou o rival pressionando no campo de ataque e meio-campo.

A vitória santista passa pelo bom jogo do setor de meio, que voltou a funcionar. O Peixe contou com grande jogo dos três jogadores que formaram o setor: Camacho, Jean Mota e Gabriel Pirani conduziram o ritmo da partida. Atuando como titular pela primeira vez no time, Camacho talvez tenha sido o melhor jogador da partida, ditando a saída de bola, ajudando na armação da equipe e mostrando muito eficiência na defesa.

Peças que vinham mal na equipe da Vila voltaram a jogar bem e foram importantes: os laterais Pará e Felipe Jonatan, e especialmente o atacante Marinho. O camisa 11 fez aquela que talvez tenha sido sua melhor partida na temporada 2021.

Baseado na pressão em todos os setores do campo para recuperar a bola e uma intensa troca de passes e movimentações quando tem a posse, o Santos tem um caminho traçado. O trabalho de Diniz surte efeito e vem tendo clara evolução.

Já o São Paulo parece ter se perdido em seu caminho. O time de Hernán Crespo não se encontrou no Brasileiro e já acumula três derrotas em quatro jogos – nenhuma vitória e apenas um gol marcado.

O Tricolor perdeu intensidade, não consegue mais pressionar os adversários na saída de bola e tem sofrido tanto para se defender, quanto para criar oportunidades de gols. É verdade que o time do Morumbi tem sofrido para substituir os desfalques: Sem Luan, ninguém tem se firmado como primeiro volante; Igor Vinicius não consegue fazer o papel de armação que Daniel Alves cumpre na ala-direita; sem Benítez, que retornou no segundo tempo da partida da Vila, falta quem consiga preencher o setor de meio-campo com boa chegada na área adversária. O clássico trouxe outro prejuízo ao Tricolor: Luciano sentiu lesão muscular e deve desfalcar a equipe nas próximas partidas.

Com o início ruim, o São Paulo é hoje o 18º colocado na tabela. Claro que a zona de rebaixamento não é a realidade do Tricolor no campeonato. O time de Crespo não lutará para cair. Mas se quiser brigar pelo topo da tabela, precisará reagir imediatamente e não terá mais margem de erro para a sequência da competição.

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Bah
    0
  • 2 Atl
    0
  • 3 Cor
    0
  • 4 Spo
    0
  • 5 Red
    0
  • Veja tabela completa