Secretário-geral da entidade descartou adaptar o calendário brasileiro ao europeu. Foto: Lucas Figueiredo/CBF

Secretário-geral da entidade descartou adaptar o calendário brasileiro ao europeu. Foto: Lucas Figueiredo/CBF

A paralisação provocada pela pandemia do novo coronavírus gerou uma série de incertezas no futebol brasileiro. A continuidade de campeonatos estaduais e a disputa do Brasileirão são os principais temas entre os dirigentes do esporte no país. Em entrevista à rádio Transamérica, de São Paulo, nesta sexta-feira (20), o secretário-geral da CBF, Walter Feldman, afirmou que o objetivo da entidade é encerrar os estaduais para não prejudicar a competição nacional.

 “A intenção do presidente Rogério Caboclo é encerrar os campeonatos estaduais. Estamos estudando algumas formas de flexibilizar condições contratuais para que tudo possa ser feito da melhor maneira possível”, afirmou Feldman.

“Qualquer mudança que vier a ocorrer no Campeonato Brasileiro, caso haja necessidade, será feita de forma democrática, com a anuência dos 20 clubes da Série A”, completou o dirigente.

Perguntado sobre a possibilidade de o Brasil adotar o calendário europeu, organizando o Brasileirão do segundo semestre de 2020 até o final do primeiro semestre de 2021, Feldman rechaçou a possibilidade.

“Não há nenhum intenção de transformar o calendário do futebol brasileiro em calendário europeu. Isso eu já posso adiantar pra vocês”, declarou.

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Bah
    0
  • 2 Atl
    0
  • 3 Cor
    0
  • 4 Spo
    0
  • 5 Red
    0
  • Veja tabela completa