Aymoré Moreira se saiu bem dessa, não é verdade?

Aymoré Moreira se saiu bem dessa, não é verdade?

Os notáveis Armando Nogueira, Sandro Moreyra e Luiz Carlos Barreto, o cineasta sogro de Cláudio Adão, cobriram a Copa do Chile em 1962 e presenciaram o treino-apronto da seleção um dia antes da estreia contra o México.

Postados ao lado do gramado, foram saudados pelo técnico Aymoré Moreira, que, segurando três bolas na altura do peito, disse que eles iriam presenciar um treinamento especial visando corrigir “um sério defeito de Pelé”.

Ele se referia aos “chutes ruins de Pelé em bolas rasteiras, cruzadas” e que ele precisava se aprimorar.

Com Castilho no gol, Aymoré rolou dez bolas para Pelé arrematar de pé direito e o Rei marcou todas: 10 x 0, com o Leiteria do Flu só olhando.

Aí Aymoré mudou de lado e rolou mais dez bolas para Pelé chutar de pé esquerdo.

De novo 10 x 0: Pelé acertou magistralmente todos os chutes.

Com os 20 x 0 do Rei, Aymoré virou para os três “Treinei tanto que ele acabou aprendendo”.

Armando Nogueira (1927 - 2010), Sandro Moreyra (1918 - 1987), Luiz Carlos Barreto (comemorou 91 anos em maio) e Aymoré Moreira (1912 - 1998): personagens desta história envolvendo o Rei Pelé

Você também vai gostar

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Fla
    58
  • 2 Pal
    50
  • 3 San
    48
  • 4 Cor
    43
  • 5 São
    43
  • Veja tabela completa