Após jogo ruim, Carille aposta em semana de treinos para ajustar Corinthians. Foto: Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

Após jogo ruim, Carille aposta em semana de treinos para ajustar Corinthians. Foto: Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

O Corinthians tanto exaltou que aguardava pela chegada da parada da Copa América que agora chega pressionado nela. Boa parte da torcida até entende Fábio Carille e aceita sua promessa de futebol melhor no futuro com um mês livre para treinar, mas não deixa de mostrar impaciência. Nas redes sociais já há quem dê ultimato: é bom melhorar, porque do jeito que está, não dá - principalmente após a derrota por 1 a 0 para o Santos, ontem.

Carille tem todo o apoio e confiança da diretoria corintiana, mas os torcedores, é claro, cobram por desempenho melhor. A gota d´água foi o Timão não dar um chute a gol sequer nos 90 minutos contra o Santos, sendo inofensivo no clássico e sendo controlado por um rival veloz e ofensivo.

Carille tem todo o apoio e confiança da diretoria corintiana, mas os torcedores, é claro, cobram por desempenho melhor. É verdade que o time foi campeão paulista e está vivo na Sul-Americana, mas já foi eliminado da Copa do Brasil e, no Brasileirão tem campanha discreta demais e com jogos para esquecer - como o de ontem, por exemplo. A expectativa agora é que o período de treinos mude a cara do Corinthians.

"Repetindo: esta parada será muito boa para mim, para o Corinthians, porque vamos trabalhar essas questões ofensivas", disse Fábio Carille.

Time inofensivo tira a paciência do torcedor

Perder faz parte, é claro, mas a postura tímida na Vila Belmiro serviu para reforçar as graves dificuldades ofensivas do Corinthians. Não à toa a torcida desabafa nas redes sociais e pede a volta daquele time que se acostumou a jogar (e ganhar) clássicos brigando muito e disputando todas as bolas.

O que é preciso melhorar?

O treinador vê o sistema defensivo organizado e se mostra satisfeito com este setor. Agora, na visão dele, é hora de focar na armação e finalização das jogadas. "Há momentos em que a gente consegue controlar o jogo, e outros em que a gente começa a errar e deixar a bola com o adversário. É isso que vou trabalhar, e muito", disse em sua entrevista coletiva de ontem. A torcida até entende, em um misto de esperança e confiança em Carille.

O planejamento da parada

O Corinthians treinou hoje e treina amanhã antes de os jogadores tirarem nove dias de recesso. Após o descanso, Carille retoma os trabalhos no CT Joaquim Grava na segunda-feira seguinte (24), e a partir de então terá 19 dias para solucionar os problemas da equipe. O próximo compromisso do Alvinegro é contra o CSA, válido pela décima rodada do Brasileirão, daqui a um mês.

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 San
    32
  • 2 Fla
    30
  • 3 Pal
    30
  • 4 Atl
    27
  • 5 São
    27
  • Veja tabela completa