Colombiano Ramirez foi acusado de racismo pelo meia Gerson, do Flamengo. Foto: Felipe Oliveira / EC Bahia

Colombiano Ramirez foi acusado de racismo pelo meia Gerson, do Flamengo. Foto: Felipe Oliveira / EC Bahia

O Bahia informou que decidiu afastar o colombiano Índio Ramirez após acusações de racismo feitas pelo meia Gerson, do Flamengo. Através de nota, o Tricolor de Aço afirmou que optou por afastar o jogador até que a apuração do caso seja concluída.

Ramirez foi acusado por Gerson de racismo na partida entre Flamengo e Bahia na noite do último domingo (20), no Maracanã. A direção do clube baiano afirmou que Ramirez negou veementemente o ato, mas ainda assim preferiu afasta-lo.

O Esporte Clube Bahia vem a público se manifestar sobre a denúncia de racismo feita pelo atleta Gerson, do Flamengo, ocorrida na noite deste domingo (20). A nota informa ainda que o presidente do Bahia, Guilherme Bellintani, entrou em contato com Gerson para se solidarizar com o jogador do Flamengo após o epispodio.

Confira a nota do Bahia:

O atleta Indio Ramírez nega veementemente a acusação e a ele está sendo dada a oportunidade de se defender de algo tão grave.

O clube entende, porém, que é indispensável, imprescindível e fundamental que a voz da vítima seja preponderante em casos desta natureza.

Assim, decidiu afastar imediatamente o jogador das atividades da equipe até a conclusão da apuração.

O presidente Guilherme Bellintani ligou para Gerson a fim de prestar solidariedade.

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Bah
    0
  • 2 Atl
    0
  • 3 Cor
    0
  • 4 Spo
    0
  • 5 Red
    0
  • Veja tabela completa