Chega a 16% o número de pessoas que consideram o trabalho de Tite péssimo. Foto: Lucas Figueiredo/CBF

Chega a 16% o número de pessoas que consideram o trabalho de Tite péssimo. Foto: Lucas Figueiredo/CBF

Se no início de sua trajetória na seleção brasileira Tite era unanimidade entre os torcedores, agora o técnico da equipe verde e amarela está longe de agradar gregos e troianos. Em pesquisa realizada pelo Datafolha, apenas 37% dos brasileiros consideram o trabalho de Tite bom ou ótimo. Em junho de 2018 a aprovação do técnico era de 64%.

Cresceu o número de pessoas que consideram péssima a passagem de Tite pela CBF: em 2018 o número não ultrapassava os 5%; em dezembro de 2019, porém, 16% consideram péssimo o trabalho do comandante do Brasil.

A queda na popularidade de Tite no comando da seleção se deu após eliminação brasileira diante da Bélgica nas fase quartas de final da Copa do Mundo de 2018. Depois da derrota no mundial disputado da Rússia, o Brasil disputou 22 partidas e conquistou a Copa América de 2019, em casa. O desempenho abaixo do esperado, especialmente nos últimos amistosos, quando o escrete canarinho chegou a ficar cinco jogos sem vitória, geraram diversos questionamentos sobre o trabalho do técnico gaúcho.

A pesquisa do Datafolha foi realizada entre os dias 6 e 7 de dezembro e ouviu 2948 pessoas em 176 cidades do país. A margem de erro é de 2 pontos percentuais, para mais e para menos.

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Fla
    90
  • 2 San
    71
  • 3 Pal
    71
  • 4 Grê
    65
  • 5 Ath
    63
  • Veja tabela completa