Thiago Silva destacou que trabalha duro no Chelsea para seguir na seleção. Foto: Lucas Figueiredo/CBF

Thiago Silva destacou que trabalha duro no Chelsea para seguir na seleção. Foto: Lucas Figueiredo/CBF

Nome mais experiente dentro da seleção brasileira para a disputa das duas próximas rodadas das eliminatórias para a Copa do Mundo de 2022, Thiago Silva ainda sonha em vestir a camisa verde e amarela mesmo já estando com 36 anos. Em coletiva nesta segunda-feira (9), no primeiro dia de trabalhos da equipe convocada pelo técnico Tite para jogos contra Venezuela e Uruguai, Thiago Silva valorizou seu trabalho no Chelsea para seguir firme na seleção e destacou estar se preparando sempre para ter mais oportunidades na equipe de Tite.

“Primeiramente, muito feliz de poder chegar na Premiere League com bons números, atuações convincentes, dando continuidade dentro da seleção brasileira que é meu objetivo. Como o professor falou, as minhas atuações e performance vão fazer com que eu me mantenha ou não na seleção. Mas o mais importante é o momento presente, o objetivo de classificar para a Copa do Mundo, e depois a gente vê o que acontece. Fora de campo estou me preparando muito”, disse Thiago Silva.

“Na última convocação eu até falei: não sei até quando vou ficar aqui, mas até o último dia, pode ter certeza, eu vou aproveitar da melhor maneira possível como se fosse o meu primeiro dia”, completou.

O experiente zagueiro que já disputou três Copas do Mundo pelo Brasil ainda aconselhou um novo companheiro de zaga. Convocado pela primeira vez para a seleção, Diego Carlos recebeu dicas de Thiago.

“Falar para o Diego aquilo que eu falaria para qualquer um que estivesse chegando na seleção brasileira, de aproveitar oportunidades, que são poucas. Quando tem oportunidade, não pode deixar passar de maneira alguma. Que ele faça aqui tudo o que vem fazendo no clube dele, não mude nada em termos de preparação e desempenho”, comentou o defensor do Chelsea.

“O que eu passo para ele é que mantenha a performance e desfrute desse momento, de primeira vez, que eu tive em 2007. Graças a Deus, consegui ter uma carreira dentro da Seleção vitoriosa. Espero que ele consiga ter o mesmo caminho que eu tive lá atrás”, completou.

A seleção brasileira entra em campo na próxima sexta-feira (13), diante da Venezuela, no Morumbi, em São Paulo. E quatro dias depois, na terça (17), encara o Uruguai, em Montevideu. 

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Bah
    0
  • 2 Atl
    0
  • 3 Cor
    0
  • 4 Spo
    0
  • 5 Red
    0
  • Veja tabela completa