O presidente se pronunciou sobre a polemica, em coletiva de imprensa virtual. (Foto: Corinthians)

O presidente se pronunciou sobre a polemica, em coletiva de imprensa virtual. (Foto: Corinthians)

Andrés Sanchez, presidente do Corinthians, falou sobre a polêmica envolvendo o rival São Paulo. Nos últimos dias, alguns jornalistas e comentaristas esportivos sugeriam a possibilidade de o Tricolor entregar o jogo para o Guarani. O que faria com que o Timão não se classificasse para as quartas de final do Campeonato Paulista.

"Eu posso falar pelo Corinthians, nós estamos preocupados com o nosso jogo. Estamos preocupados com o Corinthians. Aqui não tem chororô. Eu posso falar pelo Corinthians. Se nós temos a chapa Corinthians grande que torce contra, imagina o São Paulo. Isso é normal. O Fernando Diniz é um grande treinador, todo mundo de olho nele. Se o São Paulo quiser colocar o sub-15, sub-20, sub-30, ele faz o que quer. Não estamos preocupados com o São Paulo, vamos dar a vida contra o Oeste", revelou Andrés, na manhã deste sábado (25).

Na tabela, o Guarani tem dois pontos e um gol de vantagem sobre os resultados corintianos. Para avançar para a próxima fase do Estadual, a equipe comandada por Tiago Nunes precisa vencer o Oeste, fora de casa. Além disso, terá que "torcer" para que o São Paulo derrote o Guarani. Neste caso, o Corinthians se classificaria em segundo do Grupo D. Diante de um empate do rival, o Timão vai precisar fazer as contas e dependerá dos critérios de desempate, em especial o saldo de gols.

(Foto: Rodrigo Coca - Agência Corinthians)

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Fla
    90
  • 2 San
    71
  • 3 Pal
    71
  • 4 Grê
    65
  • 5 Ath
    63
  • Veja tabela completa