Treinador do Verdão criticou a cultura resultadista do futebol brasileiro. Foto: Cesar Greco

Treinador do Verdão criticou a cultura resultadista do futebol brasileiro. Foto: Cesar Greco

O técnico do Palmeiras, Abel Ferreira, vem fazendo duras críticas a cultura do futebol brasileiro de demissão de técnicos. Após a queda de Renato Portaluppi no grêmio, o treinador português voltou a tocar no assunto. Durante entrega do prêmio Conafut, o comandando do Verdão lamentou a demissão de Renato e criticou o resultadismo que predomina os clubes no país.

“Infelizmente os treinadores são avaliados pelo resultado. As pessoas não querem saber o que você faz, o trabalho e o tempo que você dedica, as pessoas só querem resultados. Se tem dúvidas disso, basta olhar o que o Grêmio fez, qualquer clube no Brasil pode fazer, e quando isso acontece com um colega nosso ficamos atentos com tudo que se passa”, afirmou o português.

Outro ponto que incomoda muito Abel é o calendário brasileiro. Vivendo mais uma maratona de jogos com o Palmeiras, o treinador mostrou preocupação com o desgaste.

“Vai ser uma incógnita. São 14 partidas no mês, já tenho três jogadores lesionados no momento. Nunca tinha acontecido isso no futebol brasileiro, jogar como nós vamos jogar. Disputamos contra o Defensa y Justicia, três dias depois contra o Flamengo, em confrontos para decidir títulos. Dois dias depois, jogamos com o Defensa y Justicia, quando tivemos que fazer a partida em Brasília e, um dia depois, jogamos em casa contra o São Paulo. Dois dias depois, temos outro jogo, dois dias depois temos a Libertadores. Não sei o que vai acontecer, estou preocupado”, exclamou.

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Bah
    0
  • 2 Atl
    0
  • 3 Cor
    0
  • 4 Spo
    0
  • 5 Red
    0
  • Veja tabela completa