Ídolo no Peixe, goleirão virou reserva de Everson e se transferiu para o Grêmio. Foto: Ivan Storti/Santos FC

Ídolo no Peixe, goleirão virou reserva de Everson e se transferiu para o Grêmio. Foto: Ivan Storti/Santos FC

A temporada 2019 não foi das melhores para Vanderlei. Hoje goleiro do Grêmio, o ídolo santista perdeu espaço e acabou no banco de reservas do Time da Vila Belmiro. Preterido pelo ex-tecnico do Peixe, Jorge Sampaoli, Vanderlei perdeu a posição para Everson. Em entrevista ao programa Sportscenter, da ESPN Brasil, o goleirão não escondeu a chateação com o treinador argentino, mas fugiu de qualquer polêmica com o ex-comandante.

"Tudo que eu tinha que falar para o Sampaoli, eu falei para ele. Eu não gosto de, agora que ele saiu, ficar comentando sobre o trabalho e a nossa relação. Futebol tem preferências. Ele preferiu o Éverson e eu respeitei. É obvio que a gente não concorda com algumas situações, mas a gente é profissional e tem que continuar dando o nosso melhor, trabalhando da melhor maneira, independente de estar jogando ou não", afirmou Vanderlei à ESPN.

Vanderlei ainda destacou que se sentia em condições de ser titular do Peixe, inclusive cotado para a seleção brasileira na época, mas evitou criticar diretamente Sampaoli.

"O que eu sempre pensei em fazer é contribuir, respeitando ele (Sampaoli) e todos os jogadores, que eu acho que é o mínimo que nós temos que fazer. Agora, aí é de cada um. Foi a opção dele, eu respeitei, e agora estou seguindo o meu caminho. Eu sei que vinha fazendo um grande trabalho. A questão da seleção brasileira não era à toa, era pelo que eu tinha feito, e vinha fazendo em campo. Acho que, quando saí, estava num bom momento, mas o futebol tem dessas", declarou.

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Int
    12
  • 2 Vas
    10
  • 3 Atl
    9
  • 4 São
    10
  • 5 Pal
    8
  • Veja tabela completa