Alberto Valentim comemora empate em Itaquera

Alberto Valentim comemora empate em Itaquera

Ao final do jogo entre Corinthians e Red Bull Brasil, na quinta-feira, em Itaquera (1 a 1), o técnico do time do interior, Alberto Valentim, foi agredido com uma voadora pelo preparador físico do alvinegro, Walmir Cruz, segundo relatou na súmula o árbitro Salim Fende Chaves.

Em entrevista exclusiva à Rádio Bandeirantes na noite desta sexta-feira, Valentim classificou o episódio de “lamentável” e revelou que os seguranças do Corinthians evitaram que o pior acontecesse no duelo pelo Campeonato Paulista.

“A parte da segurança do Corinthians foi muito legal”, declarou Valentim, que foi auxiliar-técnico no Palmeiras, arquirrival do alvinegro. “Eles fizeram com que o pior não acontecesse. Não digo nem o pior, porque foi uma coisa que eu nem vi, foi pelas costas e não quero comentar muito.”

Valentim afirmou que ficou feliz por ter conseguido o empate nos acréscimos e que a comemoração pode ter despertado fúria nos rivais, como também o seu histórico pelo Palmeiras. “Foi relatado na súmula. Pessoas passaram ao árbitro o que aconteceu. Eles relataram que eu não fiz nada, sequer revidei. Não aconteceu nada da minha parte. Estava feliz com o resultado, pela entrega dos jogadores.”

O treinador também contou à Rádio Bandeirantes que sonha com a classificação do Red Bull para as quartas de final. “Antes nem se falava, mas nos últimos jogos os resultados apareceram. Quero curtir o momento e preparar a equipe para uma verdadeira final contra o Botafogo de Ribeirão Preto (próximo jogo da tabela). Tenho a intenção de fazer uma grande carreira como treinador”.

O Red Bull ocupa a terceira posição do Grupo B, com 12 pontos, atrás de Linense (2º) e São Paulo 1º).

Foto: Marcello Fim/Framephoto/Estadão Conteúdo

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Fla
    90
  • 2 San
    71
  • 3 Pal
    71
  • 4 Grê
    65
  • 5 Ath
    63
  • Veja tabela completa