Organizada corintiana protestou no CT do clube (Foto: Camisa 12/Divulgação)

Organizada corintiana protestou no CT do clube (Foto: Camisa 12/Divulgação)

Precisando se recuperar no campeonato, o Corinthians realizou, neste sábado (02) o último treino antes do jogo contra o Flamengo sob muita pressão. Do lado de fora do CT Joaquim Grava, cerca de 50 integrantes de uma das maiores organizadas corintianas protestaram contra o momento da equipe.

Em faixas, os torcedores criticaram a diretoria, os jogadores e o técnico Fábio Carille. O treinador foi chamado de amarelão, retranqueiro, medroso e covarde. Alguns jogadores, casos de Manoel, Danilo Avelar, Ralf, Jadson e Clayson, foram citados nas faixas. Os torcedores usaram termos como "vagabundos" e "cachaceiros" para se referir a alguns atletas.

O presidente Andres Sanchez e os diretores Duilio Monteiro Alves, Emerson sheik e Vilson Menezes também foram hostilizados.

O clima de cobrança por parte da torcida ainda mais forte depois da derrota do Corinthians para o CSA, quarta-feira (30), por 2 a 1, o sétimo jogo consecutivo do Timão sem vitória.

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Fla
    77
  • 2 Pal
    67
  • 3 San
    64
  • 4 Grê
    56
  • 5 São
    52
  • Veja tabela completa