A impressionante defesa do inglês defendendo a cabeçada de Pelé. Foto: Divulgação

A impressionante defesa do inglês defendendo a cabeçada de Pelé. Foto: Divulgação

Um dos melhores goleiros de todos os tempos, notabilizado pela impressionante defesa que fez na cabeçada de Pelé na Copa de 1970, no México, o inglês Gordon Banks morreu há exatos dois anos, em 12 de fevereiro de 2019, aos 81 anos, em decorrência de um câncer renal.

Campeão da Copa de 1966, disputada na Inglaterra, Banks chegou à Copa de 1970 como uma das principais estrelas do ótimo time inglês que, no  entanto, acabou parando nas quartas de final, após derrota por 3 a 2 para a Alemanha Ocidental.

A DEFESA MARCANTE

Brasil e Inglaterra travavam uma batalha de altíssimo nível e nervos à flor da pele naquele 7 de junho de 1970 no Estádio Jalisco, em Guadalajara, no México.

Jairzinho, pela direita, cruzou pelo alto e Pelé saltou com estilo e golpeou de cabeça, para baixo, mas Banks conseguiu chegar na bola, que estava à meia altura, interceptando com a mão direita para escanteio.

O Brasil acabou derrotando a Inglaterra, que estava em seu grupo, por 1 a 0, gol de Jairzinho, após bela jogada de Tostão pela direita, que cruzou para Pelé. Este arrumou com açúcar para o ponta-direita brasileiro vencer o grande goleiro inglês.

CLIQUE AQUI E VEJA A PÁGINA DE GORDON BANKS NA SEÇÃO "QUE FIM LEVOU?"

ABAIXO, A IMPRESSIONANTE DEFESA DE GORDON BANKS EM 7 DE JUNHO DE 1970, NA COPA DO MÉXICO, PARTIDA QUE O BRASIL VENCEU A INGLATERRA POR 1 A 0.

Da esquerda para a direita, Pelé, Gordon Banks caído no chão após defesa, Nobby Stiles e Jimmy Armifield. Foto: Reprodução Google


Gordon Banks repousando no hospital após acidente. Foto: Site Martiperarnau Magazine


O goleiro da defesa fantástica. Foto: Reprodução Google


Da esquerda para a direita, Bobby Moore, Gordon Banks, Roger Hunt e Martin Peters. Foto: Reprodução do site The Telegraph


Gordon Banks, verificando os dentes de Allan Clarke, em uma brincadeira para acelerar os exames médicos antes da Copa do Mundo de 1970. Foto: Reprodução/In My Ear


Da esquerda para a direita, em pé: Estilos Nobby, Ray Wilson, George Cohen, Jackie Charlton, Roger Hunt, Geoff Hurst, Gordon Banks, Martin Peters e Les Cocker (treinador assistente). Sentados: Bobby Charlton, Bobby Moore, Alf Ramsey, Harold Shepherdson (treinador) e Alan Ball. Foto: Reprodução/In My Ear


Semifinal da Copa do Mundo de 1966. Da esquerda para a direita, à frente na disputa da bola estão: Gordon Banks, Eusebio e George Cohen. Ao fundo, Coluna e Martin Peters observam o lance. Foto: In My Ear


Da esquerda para a direita, Bobby Charlton, Gordon Banks e Eusébio. Foto: Reprodução/In My Ear


Bobby Moore à frente, seguido por Gordon Banks, levam a Inglaterra no início de 1970. Foto: Reprodução/In My Ear


Gordon Banks, em 1963. Foto: Reprodução/In My Ear


Da esquerda para a direita, em pé: Jack Charlton, Gordon Banks, Roger Hunt, Bobby Moore, jogador não identificado e Bobby Charlton. Agachado: Ray Wilson é terceiro, na frente de Bobby Moore. Foto: Reprodução/In My Ear


Personagens de um dos lances emblématicos da Copa de 1970, Gordon Banks e Pelé


Gordon Banks com a lendária camisa da seleção inglesa


Gordon Banks nunca deixou de frequentar estádios de futebol


Gordon Banks nasceu em 1937 e morreu em fevereiro de 2019


O momento que até hoje habita a memória dos amantes do futebol. Banks, protagonizava a defesa mais famosa da história do futebol.


Seleção brasileira entrando em campo no estádio de Wembley, no empate de 1 a 1 contra a Inglaterra, em 8 de maio de 1963. O primeiro é Gylmar, seguido de Mengálvio, Eduardo, Lima e Pepe. O goleiro inglês é o lendário Gordon Banks


O inglês Gordon Banks está entre os melhores arqueiros de todos os tempos. (Foto: Reprodução @goal)


Em 1963 e em 2015


O simpático Gordon Banks em 2015. Foto: Daily Mirror


Pelé dá autografo a Gordon Banks em 04 de junho de 2017, em Birmingham, na Inglaterra. Banks fez, na Copa de 70, a defesa que muitos consideram a mais espetacular de todos os tempos, em cabeçada de Pelé. Foto enviada por João de Matos


O momento que até hoje habita a memória dos amantes do futebol. Banks, protagonizava a defesa mais famosa da história do futebol.


No dia primeiro de dezembro de 1971, Grécia e Inglaterra se enfrentaram. Na fotografia, Giorgos Koudas tenta fazer um gol no lendário Gordon Banks. Foto: Reprodução/Twitter.com/AntiqueFootball

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Bah
    0
  • 2 Atl
    0
  • 3 Cor
    0
  • 4 Spo
    0
  • 5 Red
    0
  • Veja tabela completa