Emissora paulistana aproveitou e cutucou cariocas

Emissora paulistana aproveitou e cutucou cariocas

O acordo feito entre a Rede Globo e a Fifa para que a emissora detenha os direitos de transmissão das Copas de 2018 e 2022 foram visto de forma negativa na Record. A emissora paulistana, inclusive, a entidade máxima do futebol descumpriu a promessa feita de abrir uma licitação pública e fechou um compromisso não transparente, por isso a briga pode até parar na Justiça.

"A Rede Record vem a público manifestar sua absoluta surpresa com a decisão da Fifa de prorrogar o acordo de direitos de transmissão das Copas do Mundo de 2018 e 2022 para o Brasil com outra emissora sem qualquer licitação", afirmou.

A confusão começou na última terça-feira, quando os cariocas anunciaram a renovação de seu compromisso com a organização. Já dona dos direitos de transmissão do Mundial de 2014, a emissora carioca não venceu nenhum tipo de concorrência pelo novo contrato, ao contrário do que normalmente acontece em negociações do tipo.

Diante deste impasse, a Record já pensa em acionar mecanismos judiciais na Suíça e no Brasil para defender seus interesses. A nota oficial da emissora paulista ainda alfineta diretamente a Globo.

"Relevante, também, ressaltar que a empresa que teve seu acordo prorrogado com a Fifa gosta de se auto-intitular como um dos maiores grupos de comunicação do mundo. Em contrapartida, mostra em seus métodos que não aceita concorrência livre em que a melhor proposta seja vencedora", completou.

Foto: Getty Images

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Bah
    0
  • 2 Atl
    0
  • 3 Cor
    0
  • 4 Spo
    0
  • 5 Red
    0
  • Veja tabela completa