Centroavante do Verdão perdeu três dos quinze pênaltis desperdiçados pela equipe. Foto: Cesar Greco

Centroavante do Verdão perdeu três dos quinze pênaltis desperdiçados pela equipe. Foto: Cesar Greco

Eliminado de forma surpreendente para o CRB, de Alagoas, na terceira fase da Copa do Brasil, jogando em casa, o Palmeiras falhou em um ponto que tem sido rotineiro para a equipe de Abel Ferreira: cobranças de pênaltis.

Derrotado no tempo normal por 1 a 0 para os alagoanos, o Verdão acabou superado também nas penalidades, quando desperdiçou quatro cobranças (com Lucas Lima, Breno Lopes, Luiz Adriano e Marcos Rocha).

As penalidades perdidas diante do CRB se somam a outras 11 que o time de Abel Ferreira desperdiçou apenas em 2021, totalizando 15 cobranças não convertidas.

Antes da eliminação na Copa do Brasil, os batedores palmeirenses já haviam falhado contra o Al Ahly, na disputa do terceiro lugar do Mundial de Clubes, Flamengo, na decisão da Supercopa do Brasil, Defensa y Justicia, na decisão da Recopa Sul-Americana, e também diante do Mirassol, na primeira fase do Paulistão.

Nesse cenário, o atacante Luiz Adriano é quem se destaca negativamente. Dos 15 pênaltis perdidos, o camisa 10 foi responsável por três cobranças: além de errar diante do CRB, perdeu também diante do Al Ahly e do Defensa Y Justicia. 

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Bah
    0
  • 2 Atl
    0
  • 3 Cor
    0
  • 4 Spo
    0
  • 5 Red
    0
  • Veja tabela completa