Alemão fez seu primeiro GP na categoria a bordo da Jordan em 1991. Foto: Divulgação

Alemão fez seu primeiro GP na categoria a bordo da Jordan em 1991. Foto: Divulgação

A prisão de um piloto, o belga Bertrand Gachot, foi a ponta do novelo que desenhou a trama para a carreira do piloto mais vitorioso da Fórmula 1: o alemão Michael Schumacher, que está completando 51 anos nesta sexta-feira, 3 de janeiro. 

Aos 29 anos, Bertrand Gachot, então piloto da equipe Jordan, se envolveu em um acidente de trânsito dias antes do Grande Prêmio da Bélgica, em Spa-Francorchamps, realizado em 25 de agosto de 1991, e acabou sendo preso. Com isso, ficou impossibilitado de participar da prova.

Eddie Jordan precisava de dinheiro, pois o orçamento de sua equipe era limitado, o que abriu as portas para que Michael Schumacher, apadrinhado pela Mercedes, conseguisse a vaga.

Schumacher surpreendeu e se classificou em sétimo lugar no grid, à frente do já falecido Andrea de Cesaris, que partiu da 11ª colocação.

Com um problema na embreagem, Schumacher andou poucos metros e abandonou com sua bela Jordan-Ford #32. A vitória foi do brasileiro Ayrton Senna (McLaren-Honda).

Mas a performance de Michael no final de semana convenceu Flávio Briatore, chefe da equipe Benetton, que lhe propôs um contrato para pilotar nas cinco provas restantes do ano, no lugar do brasileiro Roberto Pupo Moreno, que foi dispensado.

Aos 22 anos de idade, Schumacher formou dupla com o já veterano Nelson Piquet (que estava com 39), exatamente na última temporada do brasileiro na Fórmula 1.

Se em 1991 o GP da Bélgica terminou cedo para Michael Schumacher, no ano seguinte, lá mesmo em Spa-Francorchamps, conquistou a primeira de suas 91 vitórias na Fórmula 1.

Na Bélgica, depois daquele triunfo em 1992, venceu outras cinco vezes (1995, 1996, 1997, 2001 e 2002). Assim, Schumacher é o maior vencedor do GP da Bélgica, com seis triunfos, seguido por Ayrton Senna, com cinco e Jim Clark e Kimi Raikkonen, ambos com quatro.

Após um grave acidente sofrido sofrido em 29 de dezembro de 2013, em uma pista de esqui na França, Michael Schumacher ficou cinco meses em coma. Atualmente ele mora com sua esposa e seus dois filhos (Gina Marie e Mick Schumacher) em uma mansão na cidade de Glend, na Suíça. Suas reais condições de saúde nunca foram reveladas pelos familiares e assessores.

Maior campeão da história da F1 com sete títulos (1994, 1995, 2000, 2001, 2002, 2003 e 2004) ainda detém outros importantes recordes, como de vitórias (91) e voltas mais rápidas (77).

CLIQUE AQUI E VEJA A PÁGINA DE MICHAEL SCHUMACHER NA SEÇÃO "QUE FIM LEVOU?"

Eddie Jordan, feliz com seu jovem piloto em Spa-Francorchamps, na Bélgica. Michael Schumacher foi a sensação do treino de classificação em sua estreia na F1, conquistando o sétimo lugar no grid. Foto: Divulgação

ABAIXO, VÍDEO COM IMAGENS DE MICHAEL SCHUMACHER EM 25 DE AGOSTO DE 1991, EM SPA-FRANCORCHAMPS, NA BÉLGICA, SUA ESTREIA NA F1

ABAIXO, TRECHO DO TREINO OFICIAL DO GP DA BÉLGICA DE 1991, COM NARRAÇÃO DE GALVÃO BUENO E COMENTÁRIOS DE REGINALDO LEME


  

 




    

CLIQUE AQUI PARA ACESSAR A HOME DE AUTOMOBILISMO DO PORTAL TERCEIRO TEMPO 

CLIQUE AQUI PARA ACESSAR O CANAL DO BELLA MACCCHINA NO YOU TUBE

 

 

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Fla
    90
  • 2 San
    71
  • 3 Pal
    71
  • 4 Grê
    65
  • 5 Ath
    63
  • Veja tabela completa