Canadense fez uma excelente temporada de estreia. Foto: Marcos Júnior Micheletti/Portal TT

Canadense fez uma excelente temporada de estreia. Foto: Marcos Júnior Micheletti/Portal TT

Nurburgring, 28 de abril de 1996.

Neste dia, há exatos 26 anos, o filho de um dos pilotos mais reverenciados da F1 venceu seu primeiro GP na categoria máxima do automobilismo. O canadense Jacques Villeneuve, filho de Gilles Villeneuve (morto em 8 de maio de 1982), triunfou na quarta etapa do campeonato, o GP da Europa, disputado em território alemão.

Era a primeira de suas 11 temporadas na F1. Jacques disputava sua quarta corrida na temporada, pela Williams-Renault onde havia subido ao pódio nos GPs da Austrália e Argentina e abandonado no GPdo Brasil.

Segundo no grid, Jacques Villeneuve aproveitou-se da má largada do companheiro de equipe, o inglês Damon Hill, para assumir a liderança e vencer de ponta a ponta no traçado alemão, recebendo a bandeira quadriculada com Michael Schumacher no seu encalço, menos de um segundo atrás, com a Ferrari.

Jacques e Michael fizeram uma corrida à parte. O terceiro colocado, que subiu ao pódio ao lado dos dois foi o inglês David Couthard (McLaren-Mercedes), que terminou defasado em mais de 32 segundos em relação ao vitorioso.

Villeneuve ainda venceria outras três provas em 1996: os GPs da Grã-Bretanha (Silverstone); Hungria (Hungaroring) e Portugal (Estoril), fechando sua temporada de estreia na F1 com o vice-campeonato, 19 pontos atrás de Damon Hill, o campeão.

Se ele esteve perto do título em 1996, o campeonato que muitos achavam que seu pai conquistaria se não fosse tragédia em Zolder, em 1982, acabou vindo no ano seguinte, superando Michael Schumacher por três pontos.

Em sua carreira na F1, Jacques Villeneuve totalizou 11 vitórias, todas pela Williams, mesmo número de triunfos dos brasileiros Rubens Barrichello e Felipe Massa e cinco a mais que seu pai, Gilles Villeneuve (este com cinco temporadas completas e mais quatro corridas em seu ano de morte).

Na F1 também foi piloto da BAR, Renault, Sauber e BMW Sauber. Pela BAR subiu ao pódio pelas duas últimas vezes, ambas em 2001, nos GPs da Espanha (Catalunia) e Alemanha (Hockenheim).

Além do título na F1, Jacques Villeneuve também conquistou o campeonato da Indy em 1995, ano em que também ganhou as 500 Milhas de Indianápolis.

Esteve no Brasil para duas edições da Stock Car. A Corrida do Milhão em 2011 (em Interlagos) e a Corrida de Duplas em 2015, em parceria com o paranaense Ricardo Zonta, em Goiânia.

Sua mais recente aventura no automobilismo foi pela F-E, disputando as três primeiras provas da temporada 2015/2016, pela equipe Venturi. Não pontuou na China e na Malásia e não disputou a prova uruguaia após um acidente nos treinos, que danificou seu carro. Em acordo mútuo com a equipe, Jacques deixou o time e foi substituído pelo inglês Mike Conway.

ABAIXO, COM NARRAÇÃO DE GALVÃO BUENO, A VOLTA FINAL DO GP DA EUROPA, DISPUTADO EM 28 DE ABRIL DE 1996.


   

 

CLIQUE AQUI PARA ACESSAR A HOME DE AUTOMOBILISMO DO PORTAL TERCEIRO TEMPO 

CLIQUE AQUI PARA ACESSAR O CANAL DO BELLA MACCCHINA NO YOU TUBE

 

 

 

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Bah
    0
  • 2 Atl
    0
  • 3 Cor
    0
  • 4 Spo
    0
  • 5 Red
    0
  • Veja tabela completa