Britânico foi o quinto colocado no GP do Brasil, em Interlagos. Foto: Divulgação

Britânico foi o quinto colocado no GP do Brasil, em Interlagos. Foto: Divulgação

Há exatos 12 anos, em 18 de outubro de 2009, o inglês Jenson Button conquistava o título de pilotos no Mundial de Fórmula 1, ao terminar em quinto lugar o GP do Brasil, disputado em Interlagos.

Com os 89 pontos alcançados na prova paulistana (naquele ano a vitória rendia dez e não 25 pontos ao vencedor), Button não poderia ser alcançado na etapa restante, duas semanas depois, em Abu Dhabi.

Button, que estreou na F1 em 2000 pela Williams-BMW, teve um ano espetacular com o carro #22 da Brawn-Mercedes, único ano da equipe comandada por Ross Brawn, que adquiriu a divisão da Honda na categoria e em 2010 passou às mãos da Mercedes, atual bicampeã de construtores.

A Brawn alcançou oito vitórias na temporada (seis de Button e duas de Rubens Barrichello). Rubens disputou o título até a corrida disputada em Interlagos, mas acabou superado por Sebastian Vettel (Red Bull), que ficou com o vice-campeonato.

A prova que sacramentou o título em favor de Button teve Rubens Barrichello na pole, fazendo um treino de classificação com pista molhada, uma das especialidades do atual campeão da Stock Car. É bom lembrar que Rubens largou com o carro mais leve, o que o obrigou a uma parada prematura para reabastecimento.

Porém, na prova, Rubens não conseguiu um ritmo consistente para acompanhar o ritmo da Red Bull de Mark Webber e da BMW Sauber de Robert Kubica. Além disso, um furo de pneu no final tirou sua real chance de subir ao pódio, em terceiro.

Por sua vez, Button guiou de maneira agressiva a partir do modesto 14º lugar obtido no treino classificatório, e soube se aproveitar das interrupções de prova que obrigaram o acionamento do carro de segurança.

Depois de conquistar o título pela Brawn, Jenson Button foi contratado pela McLaren em 2010, onde permaneceu até 2016 de forma regular e fez uma única prova em 2017, substituindo Fernando Alonso em Mônaco, ocasião em que o espanhol estava disputando as 500 Milhas de Indianápolis.

Pela McLanen, Button, hoje aposentado, venceu mais oito GPs, o último deles o do Brasil em 2012, totalizando 15 triunfos na categoria.

CLIQUE AQUI E VEJA A PÁGINA DE JENSON BUTTON NA SEÇÃO "QUE FIM LEVOU?"


Jovem, aos 20 anos, assediado pelos jornalistas em seu primeiro ano na Fórmula 1, em 2000, pela Williams-BMW. Foto: Divulgação


John Button, pai de Jenson, brinca com os fotógrafos em frente aos boxes da McLaren em Suzuka, nos treinos para o GP do Japão de 2012. Atrás dele, Jessica Michibata, namorada de Jenson Button. Foto: UOL


Em 2009, com o fantástico carro da Brawn GP-Mercedes em Interlagos. Button terminou em quinto lugar e garantiu o título de pilotos no GP Brasil, com uma corrida de antecipação. Foto: Divulgação


Na McLaren desde 2010, Button tem como grande virtude a tocada suave, que, invariavelmente, o deixa com os pneus muito mais preservados durante as corridas. Foto: site oficial de Jenson Button


Em 2006, na Hungria, comemorando muito sua primeira vitória na F1.Foto: Divulgação


Jenson Button cruza a linha de chegada em primeiro lugar no GP da Hungria de 2006 com o carro da Honda, vencendo pela primeira vez na F1. Foto: Divulgação


Com o carro da BAR-Honda no GP do Brasil de 2003, Button não completou a prova. Foto: Divulgação


Em 2002, com o carro da Renault, que comprou a estrutura da Benetton no final de 2001. Foto: Divulgação


Pela Benetton, no GP da Malásia de 2001. Foto: Divulgação


Cara de arteiro, o menino Jenson engravatado nos tempos em que começava a acelerar no kart. Foto: Divulgação


Comemorando sua vitória em Melbourne, na Austrália, na abertura do Mundial da F1 em 2012. Foto: site oficial de Jenson Button


A caminho do pódio, após vencer o GP da Austrália, em Melbourne/2012. Foto: UOL


Preparando-se para deixar os boxes com sua McLaren-Mercedes no final de semana do GP da China de 2012. Foto: site oficial de Jenson Button


Barrichello, Ross Brawn e Jenson Button festejando a dobradinha da Brawn em sua estreia, no Grande Prêmio da Austrália de 2009, abertura do Mundial daquele ano. Foto: Divulgação


Em 5 de abril de 2009, durante o GP da Malásia, em Sepang. Button largou na pole e venceu a prova. Foto: Divulgação


Em 18 de outubro de 2009, com a Brawn-Mercedes durante o GP do Brasil, em Interlagos. Foi neste dia que Jenson Button conquistou seu título na F1, terminando a prova em quinto lugar. A vitória foi de Mark Webber (Red Bull-Renault). Foto: Divulgação


Jenson Button corta o bolo em comemoração ao seus 300 GPs na F1 no primeiro dia de treinos livres para o GP da Malásia, em Sepang, no dia 30 de setembro de 2016, ao lado de Felipe Massa e Nico Rosberg. Foto: McLaren F1


Fernando Alonso, Daniel Ricciardo, Jenson Button, Marcus Ericsson e Stofel Vandoorne em 30 de setembro de 2016 no circuito de Sepang, na Malásia. Comemoração para o 300º GP de Jenson Button. Foto: McLaren F1


Fernando Alonso e Jenson Button em 25 de maio de 2016, em Mônaco. Foto: McLaren/Twitter


Em 2015, como piloto da McLaren-Honda. Foto: UOL


Dois momentos de Jenson Buton


Em 11 de dezembro de 2014, na sede da McLaren, ao lado de Ron Dennis e dirigente da Honda, Fernando Alonso e Jenson Button foram anunciados como dupla da equipe para 2015. No centro da foto, Kevin Magnussen, piloto reserva. Foto: McLaren F1/Divulgação

 

CLIQUE AQUI PARA ACESSAR A HOME DE AUTOMOBILISMO DO PORTAL TERCEIRO TEMPO 

CLIQUE AQUI PARA ACESSAR O CANAL DO BELLA MACCCHINA NO YOU TUBE


  

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Bah
    0
  • 2 Atl
    0
  • 3 Cor
    0
  • 4 Spo
    0
  • 5 Red
    0
  • Veja tabela completa