Dorval, Mengálvio, Coutinho, Pelé e Pepe, a linha ofensiva do Peixe. Foto: Divulgação

Dorval, Mengálvio, Coutinho, Pelé e Pepe, a linha ofensiva do Peixe. Foto: Divulgação

Aquela que é considerada por muitos como a melhor linha de ataque do futebol em todos os tempos, do Santos Futebol Clube, fazia seu último jogo em 9 de janeiro de 1966.

Dorval, Mengálvio, Coutinho, Pelé e Pepe e seus demais companheiros enfrentaram a equipe do Stad Club Abidjan, na Costa do Marfim, com gols de Pelé (2), Pepe (2), Coutinho (2) e Lima. Um dos gols de Pepe, aliás, foi de Pepe.

A equipe do Santos, com seu ataque maravailhoso, foi a campo com Gylmar (Cláudio); Carlos Alberto Torres, Mauro (Oberdan), Orlando e Geraldino; Lima e Mengálvio (Zito); Dorval, Coutinho (Toninho), Pelé e Pepe (Abel). O técnico santista foi Luiz Alonso Perez, o Lula.

A brilhante linha de ataque santista marcou um total de 2.084 gols, com a seguinte distribuição, pela ordem: Pelé (1091); Pepe (403); Coutinho (368); Dorval (194) e Mengálvio (28).

ABAIXO, REPORTAGEM SOBRE A VIAGEM DO SANTOS À COSTA DO MARFIM NO JOGO QUE MARCOU A ÚLTIMA PARTIDA DO ATAQUE SANTISTA E UMA MATÉRIA DA TV GAZETA, CONDUZIDA PELO JORNALISTA FLAVIO PRADO COM DORVAL, MENGÁLVIO, COUTINHO, PELÉ E PEPE, GRAVADA NA CASA DE PELÉ, NO GUARUJÁ: 

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Bah
    0
  • 2 Atl
    0
  • 3 Cor
    0
  • 4 Spo
    0
  • 5 Red
    0
  • Veja tabela completa