Movimentação intensa nos bastidores do futebol. Enquanto o São Paulo se despede do capitão Rogério Ceni, Santos anuncia novo parceiro, enquanto Corinthians e Palmeiras contratam

Movimentação intensa nos bastidores do futebol. Enquanto o São Paulo se despede do capitão Rogério Ceni, Santos anuncia novo parceiro, enquanto Corinthians e Palmeiras contratam

Com a bola fora de cena e a pausa nas competições, as especulações se tornam cada vez mais freqüentes nos bastidores do futebol. Até o final deste ano muitas notícias vão surgir, algumas verdadeiras, mas também muitos “chutões”.

Os apaixonados torcedores, seja qual for a camisa, sonham com um time mais forte, competitivo, que não passe vexame (o vascaíno que o diga), e que tenha um perfil vencedor, guerreiro, lutando pelos títulos em disputa ou se não der, por uma classificação que garanta algo no futuro.

O hexacampeão Corinthians poderá anunciar nas próximas horas o meia Marlone, ex-Vasco, com ótima passagem pelo Sport, que já manifestou interesse em renovar o vínculo, mas o empresário do jogador já declarou que o destino do seu “cliente” deverá ser mesmo o Timão. Diferente a situação de Alexandre Pato, que está de férias na Europa, na expectativa de encaminhar o quanto antes o seu futuro.

Já o Palmeiras anunciou os primeiros reforços para a temporada 2016: o goleiro Vágner, ex-Avaí; o zagueiro Roger Carvalho, ex-Botafogo, e o volante Rodrigo, ex-Goiás. Todos chegam para compor o grupo, mas o sonho de consumo dos torcedores são os reforços “diferentes”, os que serão indispensáveis na disputa da Libertadores.

Por sinal, competição que o Santos deixou escapar em duas frentes, frustrando o seu torcedor e minando boas receitas financeiras para o ano que vem. Falando nelas, o time da Vila Belmiro conseguiu um novo parceiro, a Royal Air Maroc, empresa aérea marroquina que estampará sua marca nos ombros da sua camisa. Os valores não foram divulgados, mas especula-se que o acordo seria de R$ 4 milhões anuais.

Em compensação, a Corr Plastik, parceira do clube desde 2013, trazida pelo ex-capitão Edú Dracena, hoje no Corinthians, não deverá renovar seu vínculo que expira no próximo dia 31 de Dezembro.

Enquanto isso, o São Paulo, que viu o seu ídolo, Rogério Ceni, se despedir oficialmente do futebol, ainda não tem nenhuma novidade, nem dentro e muito menos fora de campo. O Tricolor antes de pensar em reforços, precisa contratar um treinador, já que o “quebra galho” Milton Cruz deixou claro no jogo festivo de Rogério, que não tem pretensões de ser o comandante.

Alguns nomes foram especulados, como de Paulo Autuori e Cuca, mas nenhum avanço ocorreu. Lugano e Josué, que participaram da festa a Rogério Ceni, foram elogiados pelo ex-goleiro, entendendo que ambos, apesar da idade, seriam úteis ao time na disputa da competição continental.

Foto: Reprodução

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Bah
    0
  • 2 Atl
    0
  • 3 Cor
    0
  • 4 Spo
    0
  • 5 Red
    0
  • Veja tabela completa