Carta aberta ao medalhista de ouro e mimado atacante do Barcelona: O torcedor brasileiro não precisa engolir você e nem ninguém, Neymar. Opine!

Carta aberta ao medalhista de ouro e mimado atacante do Barcelona: O torcedor brasileiro não precisa engolir você e nem ninguém, Neymar. Opine!

Fala Neymar, tudo bem? Não vou te chamar de Ney, pois não o conheço e não tenho intimidade para isso. Também não chamarei de “Neymala”, pois seria desrespeitoso com você como ser humano. Então, serei mais formal, mas falarei de forma direta, como gosto de fazer.

Na verdade, só não falo tudo que vou escrever agora olhando em seus olhos, pois você está longe e mesmo que estivesse perto não me receberia. Algo normal, tratando-se de uma grande estrela.

Parabéns pelo ouro. Algo inédito que você não conquistou sozinho, mas ao lado dos seus companheiros trouxe essa alegria ao torcedor brasileiro tão entristecido com o futebol tupiniquim. Valeu...

Dito isso, mesmo com a medalha dourada no peito e carente de ídolos, o Brasil não precisa te engolir como você avisou a todos após o jogo final contra a Alemanha. O país é imenso e o futebol brasileiro gigante. Já tivemos tantos craques e ídolos e nunca precisamos engolir ninguém, nem Pelé só para você ter uma ideia.

Acompanho há alguns anos a sua trajetória e sei do que você é capaz dentro de campo. E fora também. No entanto, o que me interessa é o jogador Neymar. E esse é craque, admito, mas não aceita críticas, né?

Você é mimado ao extremo, mas não por culpa sua e, sim, pelo paternalismo que contamina o futebol brasileiro. Um erro que devemos assumir. Esse paternalismo estraga um talento como você, assim como já estragou tantos outros, afinal de talentos entendemos, apesar de estarem meio escassos por aqui nos últimos tempos.

Após a conquista do ouro olímpico, você brigou com torcedores, né? Eu vi há pouco o vídeo pela internet. Xingou eles, após ser xingado também. Foi chumbo trocado.

Você ignorou o Maracanã inteiro que vibrava com a conquista para ir à forra com quem menosprezava o seu feito, ou melhor, a conquista do time, afinal você pratica um esporte coletivo. Neymar, você é apenas mais um, acredite!

Entendo ser difícil aguentar xingamentos, sobretudo quando se tem uma legião de fanáticos que o elogiam e o carregam no colo, né? Que acham o máximo suas entrevistas evasivas e risadinhas sem graça.

Portanto você foi ao embate, afinal ninguém tem sangue de barata. Não vou aconselhar que você devesse dar a “outra face” a estes torcedores, pois seria muita hipocrisia de minha parte.

Juro, você é vítima disso tudo Neymar, afinal você foi preparado desde cedo para ganhar dinheiro e ser um superstar e nunca para aceitar críticas e crescer como ser humano, respeitando questionamentos e adotando o diálogo como arma. Por isso, não vou te engolir, mas solidarizo-me com você, de coração.

Não vou também pedir para que você se espelhe no ídolo Serginho, do vôlei, que conquistou a quarta medalha olímpica no Rio de Janeiro e falou para a nação que não era merecedor de tantas conquistas. Cada um é cada um e o respeito à pessoa tem que existir.

O Serginho tem a personalidade dele e você a sua. O Serginho tem o caráter dele e você o seu. Assim como as conquistas. Ambos sabem o que ganharam e como usufruir de tudo isso perante o povo brasileiro.

Enfim, agradeço o ouro conquistado, mas não vou te engolir, desculpa. Analisarei suas atuações apenas dentro das quatro linhas. Sua vida pessoal não me interessa. É só sua e respeitarei isso sempre.

O Neymar jogador me interessa, afinal sou jornalista, atuo como comentarista de esportes, faço isso há duas décadas, e sinto prazer com isso. Acredite: a cada evento, grande ou pequeno, partida de seleção ou de clube, ganho uma medalha ao final da cobertura. Assim como você, tenho muito tesão pelo que faço.

A Olimpíada se foi, já é passado, então vamos em busca dos nossos novos objetivos. Eu na luta pela análise correta, imparcial e honesta com minha consciência e você atrás dos gols e conquistas que marcarão seu nome na história como um dos maiores do mundo da bola.

Mas fique atento ao colocar faixas na cabeça em nome de Jesus. Você tem todo o direito, mas faça jus a sua fé com atitudes sensatas e que representem realmente aquilo que você pensa, sobretudo quanto ao próximo, caso contrário parecerá puro marketing e isso seria muito desprezível de sua parte.

 

Forte abraço campeão!

 

Blog Salgueiro FC. Clique!

Twitter: @salgueirofc

Foto: UOL

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Fla
    90
  • 2 San
    71
  • 3 Pal
    71
  • 4 Grê
    65
  • 5 Ath
    63
  • Veja tabela completa