Luiz Antonio morreu em Taquaritinga, aos 66 anos

Luiz Antonio morreu em Taquaritinga, aos 66 anos

Grande goleiro do Cruzeiro e do América de Rio Preto-SP durante as décadas de 1970 e 1980, Luiz Antonio Toledo, conhecido como Totó, morreu na madrugada desta sexta-feira (3), vítima de infarto, em sua casa em Taquaritinga-SP. Luiz Antonio, que tinha 66 anos, era divorciado e deixa dois filhos. 

O ex-arqueiro nasceu em Neves Paulista, interior de São Paulo, em 20 de novembro de 1954. Começou sua carreira no Nevense, de sua cidade, quando já tinha o apelido de Totó, que ganhou na infância, e atuou também por Votuporanguense, Araçatuba, Corinthians (passagem rápida, de apenas dois jogos), Maringá, Inter de Limeira e Bandeirante de Birigui.

Foi campeão mineiro pelo Cruzeiro em 1977 e em 1985. Três anos depois, encerrou a carreira e tornou-se fazendeiro no Mato Grosso.

Nos últimos anos de sua vida, mantinha uma escolinha e futebol em Fernandópolis-SP, em parceria com o Cruzeiro.

No dia 1º de agosto de 2021, Luiz Antonio concedeu a Milton Neves possivelmente a última entrevista de sua vida, durante o programa "Domingo Esportivo Bandeirantes". Ouça abaixo: 

Em foto de 2021. Foto: arquivo pessoal de Luiz Antonio

 

Em foto de 2021. Foto: arquivo pessoal de Luiz Antonio

 

O Cruzeiro entrando no gramado do Mineirão em 1979. À frente, Toninho Quintino e o goleiro Luiz Antonio. Atrás deles, à direita na foto, o lateral-esquerdo Flávio. Foto enviada por Toninho Quintino

 

No início dos anos 80 e em 2016

 

No início dos anos 80, os goleiros Leão e Luiz Antônio. Foto: http://atleticoxcruzeiroraridades.blogspot.com.br

 

Cruzeiro campeão mineiro de 1977. Em pé, da esquerda para a direita, vemos Luiz Antônio, Nelinho, Nélio, Zezinho Figueroa, Marquinhos e Mariano; agachados estão Eduardo Amorim, Mauro, Roberto César, Alexandre e Joãozinho

 

O querido Luiz Antônio em 2016

 

Mais um time cruzeirense dos anos 70. Em pé, da esquerda para a direita, vemos: Zezinho Figueroa, Nelinho, Bianque, Eugênio, Mariano e Luís Antonio. Agachados: Eduardo, Mauro Madureira, Roberto César, Alexandre e Joãozinho. A foto, pertencente ao acervo da Raposa, consta no livro `De Palestra a Cruzeiro - Uma Trajetória de Glórias´., de Plínio Barreto e Luiz Otávio Trópia Barreto.

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Bah
    0
  • 2 Atl
    0
  • 3 Cor
    0
  • 4 Spo
    0
  • 5 Red
    0
  • Veja tabela completa