Ele lutava contra um câncer. Foto: Marcos Júnior Micheletti/Portal TT

Ele lutava contra um câncer. Foto: Marcos Júnior Micheletti/Portal TT

Morreu aos 78 anos, no início da tarde desta nesta terça-feira (23), em São Paulo, Juarez Soares, um dos mais importantes nomes do jornalismo brasileiro. Ele fazia tratamento contra um câncer do reto mas estava em casa quando foi internado às pressas, vindo a óbito por volta de 13h.

Seu corpo será velado nesta quarta-feira (23) a partir das 8h, no Cemitério da Consolação, mesmo local do sepultamento, às 15h.

CLIQUE AQUI E VEJA A PÁGINA DE JUAREZ SOARES NA SEÇÃO "QUE FIM LEVOU?".

Paulista de São José dos Campos, onde nasceu no dia 16 de julho de 1941, Juarez trabalhou até abril deste ano na Rede TV!.

Na Rede Bandeirantes formou ao lado de Luciano do Valle uma das mais premiadas equipes do jornalismo esportivo brasileiro, no "Show do Esporte", programa que marcou época.

Também passou pela Rádio Record, TV Record e SBT, e teve uma trajetória política como vereador pelo Partido dos Trabalhadores, tendo sido eleito em 1988 com quase 40 mil votos. 

Foi secretário de esportes na gestão da prefeita Luiza Erundina, justamente no período em que o GP Brasil de F1 voltou a ser sediado na capital paulista, após a reforma no Autódromo José Carlos Pace, em Interlagos.

Juarez era casado com a também jornalista Helena de Grammont, com quem teve uma filha: Ana Júlia de Grammont.

Osmar Santos, Dalmo Pessoa e Juarez Soares. Reencontro de velhos amigos, em 24 de maio de 2011, noite de lançamento do livro "Os Meninos da Folha da Tarde", obra em que Dalmo deu seu depoimento na "orelha" do livro. Foto: Marcos Júnior Micheletti/Portal TT

 

Em agosto de 2008, ao lado de Milton Neves durante o programa Debate Bola na Record

 

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 San
    32
  • 2 Fla
    30
  • 3 Pal
    30
  • 4 Atl
    27
  • 5 São
    27
  • Veja tabela completa