O CAS não deu prazo para divulgar decisão no caso do clube inglês. Foto: Facebook/Reprodução

O CAS não deu prazo para divulgar decisão no caso do clube inglês. Foto: Facebook/Reprodução

O Manchester City recorreu à Corte Arbitral do Esporte para tentar reverter a punição da Uefa, que baniu o clube de competições continentais pelas próximas duas temporadas. A CAS confirmou na manhã desta quarta-feira (26) que registrou pedido dos ingleses contra a decisão da entidade máxima do futebol europeu.

Em comunicado oficial, o tribunal destacou que não há prazo para divulgar uma decisão sobre o caso. O City espera ter um parecer favorável nos próximos meses, antes do final da temporada europeia que se encerra no final de maio.

O CAS convocará um painel de juízes que receberão documentos apresentados pelas partes envolvidas no processo. Após analises dos documentos, o tribunal divulgará em audiência se mantém ou se revoga a decisão imposta pela Câmara de Decisões Organismo de Controle Financeiro da Uefa (CFCB).

No dia 14 de fevereiro, o Manchester City foi banido de competições europeias pelas próximos duas próximas temporadas. A punição vem acompanhada de multa de 30 milhões de euros e se dá por conta de irregularidades do clube inglês no Fair Play Financeiro. Desse modo, os ingleses estão impedidos de disputar o torneio continental nas temporadas 2020/21 e 2021/22. O City foi considerado culpado por ter fraldado suas receitas de patrocínio para tentar burlar as leis de fair play financeiro entre 2012 e 2016 e não cooperou com as investigações da entidade.

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Fla
    90
  • 2 San
    71
  • 3 Pal
    71
  • 4 Grê
    65
  • 5 Ath
    63
  • Veja tabela completa