Ex-treinador da Raposa disse entender a opção da nova gestão do clube. Foto: Bruno Haddad/Cruzeiro

Ex-treinador da Raposa disse entender a opção da nova gestão do clube. Foto: Bruno Haddad/Cruzeiro

Pouco menos de um mês após deixar o Cruzeiro, Vanderlei Luxemburgo não guarda mágoas da nova gestão por sua dispensa. Em sua primeira entrevista desde que foi demitido da Raposa, o treinador afirmou, em entrevista à Rádio Transamérica, que entende a opção de Ronaldo Fenômeno, que optou por não seguir com seu trabalho.

“Minha relação pessoal com ele é de amizade. Ele comprou uma empresa. E ele entendeu que o técnico Vanderlei Luxemburgo não cabia no projeto dele. Tenho zero preocupação que o Ronaldo não ficou comigo. Zero. Não acho que seja boa para o Brasil (SAF), mas é uma realidade”, disse Luxemburgo, que tinha acertado sua renovação de contrato para comandar a Raposa em 2022, mas acabou dispensado pela nova gestão no fim de dezembro.

Questionado ainda sobre a saída de Fábio do clube celeste, Luxemburgo afirmou que o experiente goleiro de 41 anos estava nos seus planos para 2022.

“Sim. Fábio estava no meu projeto. Ele, ano passado, estava melhor que quando trabalhei em 2015. Mais magro e melhor. Porque ficou mais velho e teve que treinar mais para continuar trabalhando em alto nível. Continuaria com ele. Até tinha indicado o Jailson, porque o problema do Cruzeiro era ir para a Primeira Divisão. Se o Fábio machucasse, teria um jogador experiente e que não iria sentir absolutamente nada, porque estava acostumado a jogar no Palmeiras. Teria mantido o Fábio”, declarou o treinador, que segue sem clube.

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Bah
    0
  • 2 Atl
    0
  • 3 Cor
    0
  • 4 Spo
    0
  • 5 Red
    0
  • Veja tabela completa