Jogadores ameaçam boicotar a Copa América. Foto: Lucas Figueiredo/CBF

Jogadores ameaçam boicotar a Copa América. Foto: Lucas Figueiredo/CBF

Geralmente é muito difícil fazer a cobertura de uma coletiva do técnico Tite. O treinador da nossa seleção fala bonito, é verdade, com palavras difíceis, mas o conteúdo quase sempre é como água de salsicha. Difícil até escolher uma manchete mais ou menos interessante para a nota da entrevista… 

Mas, convenhamos, a de ontem, um dia antes do compromisso da seleção brasileira contra o Equador, pelas Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2022, caiu como uma bomba nas redações esportivas do Brasil e da América do Sul. 

Acontece que ninguém esperava qualquer ameaça por parte dos jogadores e do técnico - sim, o sempre calmo e educado Tite usou palavras extremamente ameaçadoras - à participaçãoda seleção brasileira na Copa América, que, de última hora, será disputada em nosso país. 

Costumo dizer que, politicamente falando, sempre espero algo longe do melhor - para não dizer o pior - dos posicionamentos dos nossos atletas. E eu entendo muito bem a realidade deles. São geralmente garotos humildes, que começaram a trabalhar muito cedo, enriqueceram rapidamente e que não tiveram tempo ou oportunidade para estudar ou se aprofundar em temas sensíveis da nossa sociedade. 

Acho muito pior aqueles que tiveram todas as oportunidades do mundo e, ainda assim, insistem em seguir o caminho da ignorância. 

Portanto, a coletiva de Tite de ontem fez com que eu criasse, sim, a expectativa de acompanhar nos próximos dias uma atitude corajosa e que me encheria de orgulho dos jogadores do escrete canarinho.

Mas, francamente, nessa eu estou como São Tomé: só acredito vendo… 

 

 

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Bah
    0
  • 2 Atl
    0
  • 3 Cor
    0
  • 4 Spo
    0
  • 5 Red
    0
  • Veja tabela completa