Foto: Daniel Augusto Jr./Agência Corinthians

Foto: Daniel Augusto Jr./Agência Corinthians

O técnico Fábio Carille não vive bom momento no comando técnico do Corinthians. A situação, que já estava ruim após a eliminação do Alvinegro da Sul-Americana pelo Independiente Del Valle, ficou ainda pior com a derrota no clássico para o São Paulo, por 1 a 0, no Morumbi.

Pressionado, Carille passou a comentar em coletivas a dificuldade que encontrava para trabalhar com as peças disponíveis no elenco corintiano. Declarações que, segundo boa parte da imprensa paulista, irritou alguns jogadores do Timão.

Essa possível irritação, no entanto, foi negada por Cássio na tarde da última terça-feira (15). "Quando começaram as notícias sobre descontentamento de jogadores (com Carille) eu achei difícil ser verdade, porque o grau de comprometimento de todos é grande. Vocês (jornalistas) não acompanham o que acontece aqui dentro, não vejo ninguém incomodado, para ser bem honesto. Todos estão comprometidos em se ajudar, a união é a marca forte entre jogadores, comissão técnica e diretoria. Não vejo essa situação", revelou o goleiro.

"Concordo que não estamos jogando um grande futebol, está um pouco abaixo, mas os resultados são bons se pegar o ano geral. Time campeão paulista, caiu fora para o Flamengo (na Copa do Brasil), que é o melhor time do Brasil, o mais regular hoje, chegamos em semifinal de Sul-Americana e estamos em quarto no Brasileiro. Lógico que temos que melhorar, evoluir, são 13 rodadas, temos que nos manter entre os quatro e confirmar, porque sabemos que disputar Pré-Libertadores já começa o ano com pressão, são dois mata-matas, acelera o processo do time. É importante", completou Cássio.

O Corinthians volta a jogar pelo Campeonato Brasileiro na noite desta quarta-feira (16), às 21h30, contra o Goiás, no Estádio Serra Dourada.

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Fla
    77
  • 2 Pal
    67
  • 3 San
    64
  • 4 Grê
    56
  • 5 São
    52
  • Veja tabela completa