Em 2020, o Verdão de Luxemburgo tem aproveitamento de 69%. Foto: Cesar Greco/Ag. Palmeiras

Em 2020, o Verdão de Luxemburgo tem aproveitamento de 69%. Foto: Cesar Greco/Ag. Palmeiras

O Palmeiras de 2020 ainda não apresentou um futebol de encher os olhos, é verdade. Mas conquistou, até a parada para a quarentena, bons números no Campeonato Paulista e na Libertadores. Sob o comando do até outrora contestado Vanderlei Luxemburgo, o Verdão tem 69% de aproveitamento em 14 jogos disputados nesta temporada.

Ou seja, já é possível cravar que o Palmeiras acertou na contratação de Vanderlei Luxemburgo?

Confira abaixo as respostas de nossos colunistas:

Marcos Júnior Micheletti – SIM
Luxemburgo foi a melhor opção. Estava ansioso para voltar ao Palmeiras e continua sendo um dos melhores do Brasil.

Marcel Capretz – EM PARTES
Está entregando exatamente o que eu esperava. Não esperava inovação tática, mas é um time que busca o ataque. Ele pensa o futebol dessa maneira, e é legal. O Luxemburgo é um técnico ofensivo e com esse material humano ele vai jogar para frente. Mas não é a mudança ou a filosofia mais moderna que o Galiotte prometeu no final do ano passado. Não é uma revolução tática, mas, repito, ele está entregando o que se esperava.

Lucas Reis – AINDA NÃO
Embora o time tenha apresentado boas ideias neste início de 2020, o Palmeiras será melhor testado com a sequência da Libertadores e o início do Brasileiro. Vale lembrar que o Verdão é um dos times com maior investimento do país, tem um elenco de qualidade com boas peças de reposição, então a exigência em cima de Luxemburgo é alta.

Frank Fortes – SIM
Pelo fato de que não é qualquer treinador que suporta o sistema de trabalho “histórico” de dirigentes palmeirenses. Infelizmente, no Verdão ainda não surgiu presidente com firmeza de ação e convicção suficientes para defender o trabalho de seus técnicos. Talvez por isso Sampaoli tenha feito tantas exigências para dirigir o time a ponto da diretoria desistir de sua contratação. Não havia, no mercado, outro treinador capaz de suportar a pressão que viria em 2020 pelo “jogar bonito” que o torcedor passou a exigir. Luxemburgo melhorou a ideia de jogo, mais ainda não fez o time render o que pode. Até por isso tem muita corneta soando pelos lados do Palestra Itália com o já cansado discurso de “treinador ultrapassado”. Os empates contra Inter de Limeira, Ferroviária e Santos deixaram alguns torcedores incrédulos de que o velho Luxa possa dar jeito no time. Ou seja, se os resultados não aparecerem, logo a pressão aumenta e a diretoria faz o de sempre: dispensa mais um treinador e começa tudo de novo. Deixa o Luxemburgo trabalhar pelo menos até o fim da temporada.

Wladimir Miranda – NÃO
A contratação de Luxemburgo tem a ver com a política de contensão de despesas implantada pela diretoria do Palmeiras. Vanderlei Luxemburgo, hoje, é uma aposta. O trabalho que ele realizou no Vasco - evitando que o time carioca fosse rebaixado no Brasileirão do ano passado -, não dá a certeza de que irá ter sucesso no Palmeiras. Com Luxemburgo, o Palmeiras tem oscilado, tanto no Campeonato Paulista como na Libertadores da América. Sinceramente, se eu fosse dirigente do Palmeiras, não contrataria o Luxemburgo. Não acredito no seu sucesso no comando da equipe palmeirense.

Luciano Luiz - SIM
Acho que foi uma grande contratação. Sempre o vi como um dos melhores do Brasil. Acho que em um período da sua vida ele perdeu a mão de algumas coisas extracampo, mas a beira do gramado ele é bom demais. Vai perder jogos como todos perdem, mas indiscutivelmente é muito capaz no que faz. Em uma equipe que possui um bom elenco e uma excelente estrutura pode ir muito longe.

Renan Riggo – EM PARTES
Em termos de resultados, até o momento fica claro que Luxa vem dando conta do recado à frente do Verdão. A grande questão é que o Palmeiras possui ambições muito maiores que o Campeonato Paulista. O bom início na Libertadores é animador, no entanto, é a fase de mata-mata que trará os confrontos mais “cascudos” e colocará à prova o futebol do Alviverde, o qual ainda pode evoluir.

Thiago Tufano Silva – NÃO
Tenho muita vontade de ver esse novo Palmeiras-Crefisa com um técnico que tenha a possibilidade de implementar um trabalho duradouro. E esses técnico figurões, como Felipão e Luxemburgo, até podem ganhar um ou outro título, pois não construíram nomes tão fortes à toa. Mas eles têm um curto prazo de validade. E, quando saem, costumam deixar terra arrasada.

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Fla
    90
  • 2 San
    71
  • 3 Pal
    71
  • 4 Grê
    65
  • 5 Ath
    63
  • Veja tabela completa