Brasil teria um pênalti contra o Paraguai, mas arbitragem reavaliou o lance. Foto: Lucas Uebel/Getty Images/Via UOL

Brasil teria um pênalti contra o Paraguai, mas arbitragem reavaliou o lance. Foto: Lucas Uebel/Getty Images/Via UOL

As quartas de final da Copa América 2019 tiveram apenas dois gols em quatro jogos, marcados na vitória da Argentina por 2 a 0 sobre a Venezuela. De resto, foram três partidas que terminaram em 0 a 0.

Mas a história poderia ter sido bem diferente se o VAR não tivesse entrado em ação. Apenas nestes quatro jogos, os árbitros de vídeo ajudaram a anular cinco gols - e ainda cancelaram um pênalti.

Na ponta do lápis, quem se deu melhor com a arbitragem foi o Peru. Afinal, o time de Ricardo Gareca levou três gols do Uruguai que foram anulados. No fim, venceu a rival celeste nos pênaltis.

No 0 a 0 entre Colômbia e Chile, os chilenos também tiveram dois gols anulados no tempo normal, mas levaram a vaga nos pênaltis. O Brasil teve um pênalti que virou falta e também ficou no empate sem gols, eliminando o Paraguai posteriormente nos pênaltis.

Confira o balanço do VAR nas quartas de final:

Pênalti sobre Roberto Firmino

No segundo tempo de Brasil 0 x 0 Paraguai, Roberto Firmino avançou em direção à área e foi derrubado por Balbuena. O árbitro Roberto Tobar marcou pênalti, mas consultou o vídeo e acabou marcando falta fora da área. Balbuena, porém, foi expulso.

Gols anulados do Uruguai

Arrascaeta, Cavani e Suárez marcaram para o Uruguai na partida diante do Peru. No entanto, os três gols foram anulados pela arbitragem em campo - decisões atestadas via rádio pela equipe do VAR, uma vez que o árbitro Wilton Pereira Sampaio nem chegou a consultar o vídeo para cancelar os gols. No fim, as duas seleções ficaram no 0 a 0, e os peruanos avançaram com uma vitória nos pênaltis.

Gols anulados do Chile

No jogo Colômbia 0 x 0 Chile, o árbitro Néstor Pitana também anulou dois gols com o auxílio do VAR. Primeiro, na etapa inicial, com Aránguiz; depois, no segundo tempo, com Vidal. Sem os dois gols, os chilenos precisam vencer nos pênaltis para avançar.

Pênaltis para a Argentina?

Na vitória por 2 a 0 sobre a Venezuela, Lionel Messi pediu dois pênaltis para a Argentina. No primeiro, o camisa 10 chutou a bola e reclamou de uma mão do defensor; na sequência, desistiu de uma jogada para reclamar de outro toque de mão. Nos dois casos, o árbitro Wilmar Roldán ouviu a equipe do VAR via rádio e mandou seguir.

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Fla
    77
  • 2 Pal
    67
  • 3 San
    64
  • 4 Grê
    56
  • 5 São
    52
  • Veja tabela completa