Capitão cruzeirense confirmou a paralisação dos atletas, que convivem com atrasos salariais. Foto: Bruno Haddad/Cruzeiro

Capitão cruzeirense confirmou a paralisação dos atletas, que convivem com atrasos salariais. Foto: Bruno Haddad/Cruzeiro

Os jogadores do Cruzeiro decidiram entrar em greve. Com salários atrasados, os atletas do elenco celeste tomaram a decisão de paralisar os treinamentos a partir da próxima quinta-feira (14).

Por meio de carta publicada em suas redes sociais, o goleiro Fábio, capitão e ídolo cruzeirense, confirmou a informação.

“Informamos que diante dos reiterados atrasos salários neste ano de 2021, onde chegou o ponto insustentável de termos até 06 meses de atrasos, o que demonstra precária situação financeira a que estão expostos todos os funcionários, que atualmente estão sendo socorridos pelo auxílio/ajuda financeira dos atletas profissionais para a manutenção das necessidades básicas de sobrevivência (...) Entre o elenco profissional, funcionários com contrato de trabalho vigente há também pendências financeiras referentes ao ano de 2020”, escreveu o goleiro.

 “Faremos a paralisação dos treinos em voz a todos os colaboradores que amam o clube e estão desamparados. Infelizmente, ficou intolerável e injustificável a forma como atletas e funcionários estão sendo geridos. Não aceitamos essa negligência que tem afetado famílias que dedicam seu tempo, suor e esforço para cuidar, zelar e servir a instituição”, disse Fábio em outro trecho.

De acordo com informações do GE, atletas do futebol feminino, das categorias de base e do setor administrativo do clube também convivem com salários atrasados.

A situação delicada se reflete dentro de campo. Rebaixado duas temporadas atrás, o Cruzeiro é hoje apenas o 11º colocado da Série B, com 39 pontos, e chances remotíssimas de conseguir o acesso.

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Bah
    0
  • 2 Atl
    0
  • 3 Cor
    0
  • 4 Spo
    0
  • 5 Red
    0
  • Veja tabela completa