Rinaldi destacou que teve problemas cvom Neymar e sua família no período em que trabalhou na seleção. Foto: Lucas Figueiredo/CBF

Rinaldi destacou que teve problemas cvom Neymar e sua família no período em que trabalhou na seleção. Foto: Lucas Figueiredo/CBF

Coordenador da seleção brasileira entre 2014 e 2016, Gilmar Rinaldi teve uma grande desafio no cargo: a relação com o camisa 10 da equipe, o atacante Neymar. Em entrevista do programa Bola da Vez, da ESPN Brasil, o ex-goleiro relembrou a convivência difícil com Neymar e seus familiares.

“Muitas reuniões, muitas dificuldades, agendamentos, porque as coisas não estavam andando mesmo. Temos pensamentos bem diferentes em uma série de coisas. Você ser o craque, ser a referência, muitas vezes você também tem que dar exemplo ou pelo menos chegar próximo disso. Não adianta ficar enrolando, nós tivemos dificuldades com ele, com a família. Eu cumpri minha função de diretor. Não é o que o Gilmar fez, fiz o que tinha a obrigação de fazer, de quem estava no cargo”, contou Rinaldi.

O ex-goleiro foi coordenador da seleção durante a segunda passagem de Dunga como técnico da equipe. No período Neymar chegou a assumir a braçadeira de capitão da seleção. O período ficou marcado por um episódio polêmico que rendeu muitas críticas ao jogador: depois de ser suspenso na Copa América de 2015 após expulsão ainda no segundo jogo da competição, o camisa 10 foi visto dando uma festa com os amigos no mesmo dia em que o Brasil era eliminado pelo Paraguai.

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Bah
    0
  • 2 Atl
    0
  • 3 Cor
    0
  • 4 Spo
    0
  • 5 Red
    0
  • Veja tabela completa