Presidente do Verdão destacou o momento de renovação do elenco palmeirense. Foto: Cesar Greco

Presidente do Verdão destacou o momento de renovação do elenco palmeirense. Foto: Cesar Greco

Depois de demitir Vanderlei Luxemburgo do comandado da equipe, o Palmeiras inicia a busca por um novo treinador. Em coletiva na Academia de Futebol nesta quinta-feira (15), o presidente alviverde, Maurício Galiotte, resgou elogios ao agora ex-técnico a equipe e explicou a característica que quer encontrar num novo comandante para o Verdão.

“Vanderlei foi contratado por precisarmos passar por uma mudança. Nunca perdemos de vista o modelo ideal, o DNA que queremos aqui. Mas 2020 precisava de reestruturação. Vanderlei tem experiência para isso, trabalha com a base, tem o DNA palmeirense. Ele administrou tudo isso. Não vamos pensar que foi só filosofia. Saíram 20 atletas, dez subiram, trabalhamos muito a reconstrução do elenco. Para esse momento, o Vanderlei foi avaliado como o ideal”, explicou Galiotte.

“O modelo, sabemos o que queremos. Futebol moderno, transição rápida, modelo de jogo que o palmeirense tenha orgulho de ver em campo. Time atacante, as características históricas dos times da academia”, completou Galiotte.

Galiotte ainda explicou que a temporada 2020 tem sido utilizada para reformular o elenco alviverde.

“Importante dizer que o Palmeiras está mudando, isso vem ocorrendo. Estamos passando por essa reestruturação (...) O elenco passa por uma mudança. E buscamos uma filosofia ideal de trabalho. É um elenco com bons valores, que pode entregar muito mais. Mas muito mais. Estamos muito aquém do que podemos entregar. Se buscamos sempre a perfeição, sim. Sempre evoluir”, afirmou o cartola que destacou: a direção não foca especificamente num treinador estrangeiro ou brasileiro para assumir a equipe.

“A prioridade não é a nacionalidade. Vamos trabalhar em cima do modelo ideal e do conceito de jogo que acreditamos que deve ser implementado. É o mesmo discurso do fim do ano. Não aconteceu até o momento pois precisávamos de uma reestruturação importante. Se será brasileiro ou estrangeiro, não é isso que vai definir. O que vai definir é o conceito de jogo. O Palmeiras já há algum tempo não vem fazendo isso. Não é só na minha gestão. Há algum tempo o clube não definiu o modelo de jogo que quer trabalhar, a forma que tem que ser feito. Vamos buscar exatamente isso nessa contratação”, explicou.

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Bah
    0
  • 2 Atl
    0
  • 3 Cor
    0
  • 4 Spo
    0
  • 5 Red
    0
  • Veja tabela completa