“Homens de área” do Mengão tiveram poucas oportunidades de iniciar partidas juntos na equipe. Foto: Alexandre Vidal/Flamengo

“Homens de área” do Mengão tiveram poucas oportunidades de iniciar partidas juntos na equipe. Foto: Alexandre Vidal/Flamengo

Uma das grandes discussões envolvendo o Flamengo nas últimas duas temporadas envolve os atacantes Gabigol e Pedro. Artilheiros natos, os centroavantes tiveram poucas oportunidades de atuar juntos no time titular do Mengão e o debate esportivo sempre questionou se os dois homens de área pode compor o ataque rubro-negro o mesmo tempo.

Com Rogério Ceni e Renato Gaúcho, a ideia não avançou e o abacaxi agora está nas mãos de Paulo Sousa, novo treinador flamenguista. Pelo seu histórico, porém, o português já mostrou gostar de montar suas equipes com dois centroavantes.

Em dois dos seus trabalhos mais importantes na carreira como treinador, Paulo Sousa se utilizou de homens de área juntos. Na Fiorentina, clube onde trabalhou entre 2015 e 2017, o português utilizou em muitos momentos o croata Nikola Kalinic ao lado do senegalês Khouma Babacar. Sob o comando de Sousa, Kalinic marcou 33 gols em 83 jogos; enquanto Babacar fez 55 jogos e 21 gols.

Já na seleção da Polônia, em muitos momentos o treinador montou a equipe com Robert Lewandowski e Arkadiusz Milik.

Muito se especula sobre qual estilo de jogo e qual esquema tático Paulo Sousa implementará no Flamengo. O português gosta de um jogo ofensivo e já montou seus times muitas vezes em esquemas com três zagueiros.  Resta saber se Sousa conseguirá arrumar espaço para que todas as estrelas flamenguistas iniciem as partidas lado a lado no gramado, ou se alguém acabará esperando no banco de reservas.

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Bah
    0
  • 2 Atl
    0
  • 3 Cor
    0
  • 4 Spo
    0
  • 5 Red
    0
  • Veja tabela completa