O clube pretende se reunir com o elenco para acertar os salários. (Foto: Flamengo)

O clube pretende se reunir com o elenco para acertar os salários. (Foto: Flamengo)

Diante da pandemia de coronavírus, assim como outros clubes, o Flamengo reduziu os gastos e diminuiu os vencimentos dos jogadores e funcionários em 25%. A medida foi inicialmente tomada para os meses de maio e junho, mas situação financeira de julho permanece indefinida. Por isso, a diretoria pretende se reunir com o elenco no próximo mês para resolver a questão.

"A gente discutia com a diretoria, passava para o grupo. Era 100% de aceitação. Isso foi muito rápido. A conversa não durou uma semana. A gente procurou ser o mais rápido possível para ajudar o Flamengo, que tanto nos ajuda", afirmou Everton Ribeiro, em coletiva de imprensa.

 Mesmo assim, o clube dispensou mais de 60 funcionários com as justificativas da falta de verbas de bilheteria e da queda de rendimentos do sócio-torcedor. "Na hora que o Flamengo nos chamou, sempre estivemos à disposição. As reuniões foram rápidas, até perguntamos sobre os funcionários, mas eles falaram que isso é de cima, coisas que acontecem para gerenciar o Flamengo. Estávamos à disposição até antes do corte", completou o meio-campista.

(Foto: Alexandre Vidal/ Flamengo)

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Fla
    90
  • 2 San
    71
  • 3 Pal
    71
  • 4 Grê
    65
  • 5 Ath
    63
  • Veja tabela completa