Rueda disse que o novo treinador do clube terá de passar por uma detalhada avaliação.Foto: Ivan Storti/Santos FC

Rueda disse que o novo treinador do clube terá de passar por uma detalhada avaliação.Foto: Ivan Storti/Santos FC

O combinado não é caro. O técnico que assumir o comando do Santos após o término do contrato de Cuca – que já avisou que não fica -, vai ter de se adequar à nova política de contratações do clube.

Quem avisa é Andrés Rueda, presidente desde janeiro, que desmente que já esteja tudo certo com Tiago Nunes.

“Não é verdade. Não tem nada acertado com o Tiago Nunes. Hoje, em tempos de redes sociais, divulgam muitas mentiras, boatos”, disse.

Na verdade, as notícias sobre a “quase certa” contratação de Tiago Nunes foram divulgadas em grandes veículos de comunicação, não só nas redes sociais.

Rueda diz que o novo treinador do clube terá de passar por uma detalhada avaliação.

“Tudo será conversado para que não ocorram divergências no futuro. O combinado não é caro. Vamos trabalhar com critérios objetivos. Os jogadores que o treinador indicar serão avaliados em todos os sentidos, inclusive no aspecto clínico. E quando eu digo clínico eu quero dizer também que o jogador será avaliado psicologicamente. E, claro, a questão financeira também será analisada. Se a contratação não for factível, se não se adequar à situação financeira do Santos, não será concretizada”, avisa.

Andres Rueda, formado em matemática, com especialidade em engenharia de sistema, e por 20 anos diretor de tecnologia da Bovespa BMF, insiste em afirmar que o Santos “não pode errar”.

“Antes do início de qualquer relacionamento, seja ele profissional ou pessoal, todos os aspectos devem ficar bem claros. Não podemos deixar para resolver depois”, prega.

“O próximo técnico do Santos terá de ser nosso parceiro. Terá de conhecer as características do clube. Ele vai precisar ter facilidade para trabalhar com a nossa base. Este é o perfil do

Santos”, afirma.

Mudar a imagem do Santos, bastante arranhada nos últimos anos por ter acumulado dívidas, tem sido um dos maiores desafios de Rueda.

“O Santos passa por um momento difícil no aspecto financeiro, mas é momentâneo. Vamos mudar este cenário, com diálogo e seriedade”, promete.

Andres Rueda garante que duas dívidas que fizeram com que a Fifa impedisse o clube de fazer contrataçoões já foram quitadas.

“Não devemos mais nada para o Atlético Nacional (Colômbia) e Hamburgo (Alemanha)”, disse.

O débito com o clube alemão era de R$ 20 milhões, pela compra do zagueiro Cléber Reis. Ao Atlético Nacional o clube devia R$ 4 milhões, pela contratação do zagueiro Felipe Aguilar.

“Agora estamos conversando com o Huachipato, dono dos direitos federativos do atacante Soteldo, e com o Barcelona. Esperamos resolver estes problemas também.

A dívida (R$ 18 milhões) refere-se à contratação de Gabigol pela Inter de Milão. O Santos vendeu o jogador ao clube italiano sem respeitar o prazo de preferência que havia dado ao time catalão.

Rueda faz questão de avisar que o clube quitou as dívidas salariais que tinha com o elenco.

“Para ser bem preciso, estamos atrasados três dias em relação ao salário de janeiro, que deveria ter sido pago no último dia 5 de fevereiro. Mas vamos quitar. E também ainda não pagamos a premiação pela classificação à semifinal da Copa libertadores da América. Mas mantemos diálogo constante com os jogadores e a comissão técnica sobre estas questões”, lembrou.

Andres Rueda disse que tudo o que clube poderia fazer para que o elenco tivesse tranquilidade no jogo final da Libertadores foi feito.

“Fizemos todo o esforço para que o Cuca pudesse escalar o Lucas Veríssimo e o Luan Peres na fase decisiva”, afirmou.

Lucas Veríssimo disputou os jogos finais e só depois foi para o Benfica, vendido por R$ 41 milhões.

Quanto a Luan Peres, o Santos acertou a sua compra ao Brugge, da Bélgica, por R$ 19 milhões.

Para concretizar a compra, usará parte da premiação por ter sido vice-campeão da Libertadores, que é de de R$ 31 milhões.

O dirigente promete para breve fazer uma pesquisa para saber a opinião dos sócios do clube a respeito do projeto de retrofit do estádio da Vila Belmiro.

“O retrofit está em andamento. Temos feito reuniões com os executivos da W. Torre. Os sócios serão consultados. Queremos saber a opinião deles sobre o projeto”, concluiu.

 

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Bah
    0
  • 2 Atl
    0
  • 3 Cor
    0
  • 4 Spo
    0
  • 5 Red
    0
  • Veja tabela completa