Lateral de 39 anos não teve seu contrato renovado com o Barcelona. Foto: Lucas Figueiredo/CBF

Lateral de 39 anos não teve seu contrato renovado com o Barcelona. Foto: Lucas Figueiredo/CBF

Chegou ao fim a segunda passagem de Daniel Alves pelo Barcelona. Na última quarta-feira (15), o clube espanhol e o lateral oficializaram a saída do jogador, que tinha retornado ao Camp Nou em novembro de 2021.

O próximo passo do veterano de 39 anos será decisivo para que ele cumpra seu principal objetivo nessa fase final de sua carreira, disputar a Copa do Mundo de 2022, no Catar.

Mirando uma vaga na seleção brasileira para a disputa do Mundial, o lateral-direito viu no Barça a possibilidade de continuar jogando em alto nível e, desse modo, se manter nas convocações da seleção. Isso de fato aconteceu e Dani esteve em todas as listas de Tite em 2022.

No período em que esteve no São Paulo jogando como meia e não como lateral, e nos meses em que ficou sem até retornar aos gramados pelo Barcelona jogar (entre setembro de 2021 e janeiro de 2022), Daniel foi preterido por Tite na seleção. O treinador declarou publicamente na época que havia conversado com o jogador e dito que para voltar a ser convocado, seria necessário tê-lo jogando e na função de lateral.

Com isso, a próxima escolha de Dani é decisiva, já que precisará atuar em alto nível e na função de lateral para manter seu lugar na seleção verde e amarela.

Quando deixou o São Paulo em setembro de 2021, Daniel Alves teve negociações com Athletico-PR e Fluminense, e chegou a ser especulado no Flamengo, no Internacional e no Sevilla, onde também é ídolo. Ao se despedir do Barça, o lateral não indicou qual será seu destino. Em suas redes sociais, o jogador escreveu apenas que “fecha um ciclo muito lindo e abre outro ainda mais desafiador”.

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Bah
    0
  • 2 Atl
    0
  • 3 Cor
    0
  • 4 Spo
    0
  • 5 Red
    0
  • Veja tabela completa