No segundo gol, Marinho cobrou falta de muito longe e Tiago Volpi não conseguiu impedir o empate. Foto: Rubens Chiri/São Paulo

No segundo gol, Marinho cobrou falta de muito longe e Tiago Volpi não conseguiu impedir o empate. Foto: Rubens Chiri/São Paulo

O São Paulo chegou a estar na frente no placar por duas vezes no clássico diante do Santos, realizado na noite do último sábado (12), na Vila Belmiro. O Tricolor, no entanto, acabou cedendo o empate nas duas oportunidades.

No segundo gol, Marinho cobrou falta de muito longe e Tiago Volpi não conseguiu impedir o empate do Alvinegro praiano. Após o duelo, o técnico Fernando Diniz saiu em defesa do goleiro, que foi duramente criticado pela torcida nas redes sociais após o erro.

"(Inverter a barreira) Foi a alternativa que ele teve. E é isso que vale no momento. As pessoas vão questionar, mas temos um dos melhores goleiros do Brasil, com toda certeza. Já nos salvou antes, talvez tenha sido infeliz, mas não temos de ficar na falha. Eu ainda não vi o lance de longe. O que fica, para mim, é que ele é uma das grandes lideranças do elenco, um dos que mais trabalham no clube, se não for quem mais trabalha. Quando chegar nos momentos mais agudos, ele vai nos proteger, que é o que ele faz de melhor", analisou Diniz.

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Bah
    0
  • 2 Atl
    0
  • 3 Cor
    0
  • 4 Spo
    0
  • 5 Red
    0
  • Veja tabela completa