Novo centroavante do Galo atuou com Hulk em dois amistosos pelo Brasil em 2013. Foto: Mowa Sports/CBF

Novo centroavante do Galo atuou com Hulk em dois amistosos pelo Brasil em 2013. Foto: Mowa Sports/CBF

Experientes e com carreira internacional consolidada, Hulk e Diego Costa agora são companheiros e formarão uma das duplas de ataque mais badaladas do futebol brasileiro nos últimos tempos.

O que poucos se lembram, porém, é que ambos já atuaram juntos em duas oportunidades, ainda que por pouco minutos.

Em 2013, antes de se naturalizar espanhol e defender o time comandado por Vicente Del Bosque na Copa do Mundo disputada no Brasil, Diego Costa, então jogador do Atlético de Madrid, foi chamado pelo técnico Felipão para dois amistosos antes da Copa das Confederações, e teve a oportunidade de integrar o ataque com Hulk. O camisa 7 do Galo, na época jogador do Zenit, recebeu sua primeira oportunidade na seleção em 2009, mas passou a integrar a equipe com maior frequência depois da Copa de 2010.

Ambos foram convocados por Felipão – que vivia sua segunda passagem pelo comando verde e amarelo, e estava em seu quarto mês de trabalho – para amistosos contra Itália e Rússia.

Diante dos italianos, no dia 21 de março de 2013, no Estádio de Genebra, na Suíça, Hulk começou jogando, enquanto Diego ficou no banco. O centroavante ganhou seus primeiros minutos com a camisa verde e amarela no segundo tempo: Diego entrou no lugar de Fred, aos 23 minutos da segunda etapa. Foram 16 minutos dos dois juntos em campo, até que Hulk foi substituído, aos 39 minutos, dando lugar a Jean. A partida terminou 2 a 2, com gols de Fred e Oscar para o Brasil, De Rossi e Balotelli para a Itália.

Quatro dias depois, foi a vez de enfrentar a Rússia. Dessa vez, os dois atacantes, que construíram carreiras semelhantes no exterior, iniciaram a partida no banco de reservas. Quem entrou primeiro foi Hulk, que ganhou oportunidade aos 21 minutos do segundo tempo, no lugar de Oscar. Diego Costa entrou mais tarde, aos 32 da segunda etapa, substituindo Kaká. O confronto terminou 1 a 1, com gols de Fred para o Brasil e Fayzulin para os russos.

Em apenas 32 minutos juntos em campo pela seleção brasileira, tanto Hulk quanto Diego Costa não tiveram grande destaque nos dois jogos, mas terão agora a oportunidade de continuar escrevendo a história dessa parceria.

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Bah
    0
  • 2 Atl
    0
  • 3 Cor
    0
  • 4 Spo
    0
  • 5 Red
    0
  • Veja tabela completa