Treinador argentino está pressionado e o Peixe não vence há cinco jogos. Foto: Ivan Storti/Santos FC

Treinador argentino está pressionado e o Peixe não vence há cinco jogos. Foto: Ivan Storti/Santos FC

O Santos joga sua vida na Copa Sul-Americana nesta quarta-feira (6), às 21h30, na Vila Belmiro, em confronto valendo vaga nas quartas de final do torneio, diante do Deportivo Táchira, da Venezuela. Mas a partida não vale apenas uma vaga na próxima fase do torneio. está em jogo também a sequência do trabalho de Fabián Bustos no comando da equipe.

Oscilando muito na temporada, o Peixe não vence há cinco jogos e tem apenas uma vitória nas últimas dez partidas. Com isso, Bustos chega extremamente pressionado para o confronto desta quarta.

A direção santista acredita que a sequência de jogo que a equipe tem pela frente pode servir para que o treinador arrume a equipe e volte a vencer – depois do Táchira, o Peixe tem pela frente Atlético-GO, Corinthians, Avaí, Botafogo e Fortaleza.

Na última segunda-feira (4), Bustos s reuniu com a diretoria santista, que tentou achar soluções para que a equipe saia da crise. O treinador ouviu sugestões para a montagem da equipe vindas dos dirigentes, que cobram um meio-campo mais forte. O argentino tem montado a equipe com três volantes e quatro atacantes e insistido com algumas peças que não têm funcionado. A análise interna no Peixe é de que muitas vezes o técnico “não se ajuda”.

Uma eliminação diante do fraco time venezuelano, jogando por uma vitória simples e em casa pode ser definitiva para que o comando alvinegro seja trocado.

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Bah
    0
  • 2 Atl
    0
  • 3 Cor
    0
  • 4 Spo
    0
  • 5 Red
    0
  • Veja tabela completa