Dupla Varela/Justo na etapa 2 da competição. Foto: Victor Eleutério/Fotop/Divulação

Dupla Varela/Justo na etapa 2 da competição. Foto: Victor Eleutério/Fotop/Divulação

Os três brasileiros que competem nos UTVs na 43ª edição do Rally Dakar estão classificados entre os cinco primeiros colocados, após a realização de duas etapas no território saudita.

A dupla Reinaldo Varela/Maykel Justo perdeu um minuto por penalização na etapa inicial (foram detectados a 54 km/h em um trecho de radar onde era permitida máxima de 50 km/h), mas recuperou-se bem nesta segunda-feira (40 no trecho entrre Bisha e Wadi Ad-Dawasir, que contou com 457 quilômetros cronometrados, terminando na sétima colocação, o que os fez subir para o quarto lugar na classificação acumulada. A liderança é da dupla chilena Francisco Contatdo e Juan Pablo Vinagre e a especial desta segunda-feira foi vencida pelo duo formado pelo árabe Saleh Alsaif e o espanhol Oriol Vidal Montijano.

“Tínhamos um comboio de carros e acho que um caminhão também à nossa frente e levantava uma poeira danada. Tínhamos também UTVs vindo na nossa cola, brigando com a gente pela liderança. Naquela confusão e caos, todos sem exceção tomaram o caminho errado. Com isso perdemos muito tempo e até encontrar a trilha novamente perdemos várias posições. Terminamos em sétimo hoje, mas o importante é que estamos em quarto na geral, a apenas 4min09s do atual líder do Rally, e o nosso UTV se mostrou novamente competitivo. Amanhã tem mais”, comentou Reinaldo Varela, que conduz um Can-Am Maverick X3 Turbo da equipe Monster Energy Can-Am. 

O navegador Gustavo Gugelmin, que faz dupla com o piloto norte-americano Aston Jones, também com Can-Am Maverick X3 Turbo da equipe Monster Energy Can-Am, ficou em oitavo nesta etapa 2 e ocupa a quinta colocação na classificação geral.

O Dakar prossegue nesta terça-feira (5) com mais 403 quilômetros cronometrados (630 quilômetros no total) totalmente, dentro da região de Wadi Al Dawasir.

RESULTADO DA ETAPA 2, ENTRE BISHA E WADI AD-DAWASIR (ARÁBIA SAUDITA)

TRECHO CRONOMETRADO: 403 QUILÔMETROS - TOTAL: 630 QUILÔMETROS (DEZ PRIMEIROS COLOCADOS):

1) Saleh Alsaif (Arábia Saudita)/Oriol Vidal Montijano (Espanha), Can-Am Maverick X3T3PRO
2) Gerard Farres Guell (Espanha)/Armand Monleon (Espanha), Can-Am XRS Turbo
3) Francisco Lopez Contardo (Chile)/Juan Pablo Latrach Vinagre (Chile), Can-Am XRS Turbo
4) Aron Domzala (Polônia)/Maciej Marton (Polônia), Can-Am XRS Turbo
5) José Antonio Hinojo Lopez (Espanha)/Diego Ortega Gil Espanha), Can-Am Maverick X3 Turbo
6) Sergei Kariakin (Rússia)/Anton Vlasiuk (Rússia), Can-Am Maverick X3 Turbo
7) Reinaldo Varela (Brasil)/Maykel Justo (Brasil), Can-Am XRS Turbo
8) Mathieu Margaillan (França)/Axelle Roux-Decima (França), Can-Am X3 Turbo
9) Austin Jones (EUA)/Gustavo Gugelmin (Brasil), Can-Am XRS Turbo
10) Lourenço Rosa (Portugal)/Joaquim Dias (Portugal), Can-Am XRS Turbo

RESULTADO ACUMULADO APÓS DUAS ETAPAS (DEZ PRIMEIROS COLOCADOS):

1) Francisco Lopez Contardo (Chile)/Juan Pablo Latrach Vinagre (Chile), Can-Am XRS Turbo, 8h58min13s
2) Aron Domzala (Polônia)/Maciej Marton (Polônia), Can-Am XRS Turbo, a 0min39s
3) Gerard Farres Guell (Espanha)/Armand Monleon (Espanha), Can-Am XRS Turbo, a 1min01s
4) Reinaldo Varela (Brasil)/Maykel Justo (Brasil), Can-Am XRS Turbo, a 4min09s
5) Austin Jones (EUA)/Gustavo Gugelmin (Brasil), Can-Am XRS Turbo, a 6min50s
6) José Antonio Hinojo Lopez (Espanha)/Diego Ortega Gil Espanha), Can-Am Maverick X3 Turbo, a 7min06s
7) Sergei Kariakin (Rússia)/Anton Vlasiuk (Rússia), Can-Am Maverick X3 Turbo, a 7min11s
8) Saleh Alsaif (Arábia Saudita)/Oriol Vidal Montijano (Espanha), Can-Am Maverick X3T3PRO, a 11min41s
9) Santiago Navarro (Espanha)/Marc Sola Terradellas (Espanha), Can-Am Maverick X3 Turbo, a 31min46s
10) Michal Goczal (Polônia)/Szymon Gospodarczyk (Polônia), Can-Am XRS Turbo, a 37min07s

ROTEIRO COMPLETO DO RALLY DAKAR/2021

1ª etapa: 03/01 –  Jedá até Bisha – 277 km de especiais, 622 km de percurso total
2ª etapa: 04/01 – Bisha até Wadi Al Dawasir– 457 km de especiais, total de 684 km
3ª etapa: 05/01 –  Wadi Al Dawasir – 403 km de especiais, 630 km no total
4ª etapa: 06/01 – Wadi Al Dawasir até Riad– 337 km de especiais, total de 813 km
5ª etapa: 07/07 – Riad até Burayda – 419 km de especiais, total de 625 km
6ª etapa: 08/01 – Burayda até Ha´il – 485 km de especiais, 655 km no total
Descanso: 9/01 – Competidores recarregam as energias em Há´il
7ª etapa: 10/01 – Ha´il até Sakaka (maratona) – 471 km de especiais, 737 km no total
8ª etapa: 11/01 – Sakaka até Neom – 375 km de especiais, 709 km no total
9ª etapa: 12/01 – Neom – 465 km de especiais, 579 km no total
10ª etapa: 13/01 – Neom até AlUla– 342 km de especiais, total de 583 km
11ª etapa: 14/01 – AlUla até Yanbu – 511 km de especiais, 557 km no total
12ª etapa: 15/01 – Yanbu até Jedá  – 225 km de especiais, 452 km no total

   

 

CLIQUE AQUI PARA ACESSAR A HOME DE AUTOMOBILISMO DO PORTAL TERCEIRO TEMPO

CLIQUE AQUI PARA ACESSAR O CANAL DO BELLA MACCCHINA NO YOU TUBE

 

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Bah
    0
  • 2 Atl
    0
  • 3 Cor
    0
  • 4 Spo
    0
  • 5 Red
    0
  • Veja tabela completa