Alvinegro não vence há cinco partidas no estadual e amarga a lanterna do grupo D. Foto: Rodrigo Gazzanel/Corinthians

Alvinegro não vence há cinco partidas no estadual e amarga a lanterna do grupo D. Foto: Rodrigo Gazzanel/Corinthians

Torcedor corintiano, você se lembra quando foi a última vitória do Timão na atual temporada? E no Campeonato Paulista deste ano, qual foi o triunfo mais recente? Pois bem, a última vez que a equipe comandada por Tiago Nunes venceu foi na partida de volta da pré-Libertadores frente ao Guaraní do Paraguai, em Itaquera, no dia 12 de fevereiro. Vale lembrar que o placar de 2 a 1 teve sabor amargo às bocas corintianas, porque não foi suficiente para que o Alvinegro avançasse à próxima fase.

No Paulistão, o atual tricampeão do torneio atravessa uma fase horrível. Sem vencer há cinco partidas, o Alvinegro do Parque segura a lanterna do grupo D, com apenas 10 pontos conquistados em nove partidas. A última vez que os comandados de Tiago Nunes lograram os três pontos no estadual foi no já longínquo dia 2 de fevereiro, ocasião na qual bateu o Santos em Itaquera pela contagem de 2 a 0.

Faltando apenas três rodadas para o final da fase de classificação do Campeonato Paulista, o Corinthians precisa urgentemente voltar a vencer para que não veja escapar por entre os dedos a chance de conquistar um inédito tetracampeonato estadual. Para tal, o Timão tem que vencer seu próximo desafio pelo certame, o qual ocorrerá no próximo domingo, dia 15 de março, diante do Ituano, na Arena.

Caso não consiga a vitória frente ao adversário de Itu, o Corinthians corre o risco de ser eliminado já na partida seguinte, pela penúltima rodada do Paulistão, quando recebe seu arquirrival Palmeiras em Itaquera. Este seria o cenário mais trágico para o escrete corintiano, sem dúvidas. Trágico, porém possível! Devido aos fatos apresentados, não é exagero nenhum dizer que a partida frente ao Galo de Itu é uma decisão para os alvinegros.

Além dos maus resultados que o Timão acumula nos últimos jogos, o futebol apresentado também não está convencendo. Sem cair na armadilha do imediatismo que assola o futebol nacional, é preciso levar em conta que Tiago Nunes ainda está no início de seu trabalho no comando do Corinthians e que a mudança radical no estilo de jogo leva tempo para ser totalmente assimilada pelo grupo. Contudo, ficar de fora do mata-mata do estadual não seria nada menos que um vexame, independentemente do contexto.

Mesmo com a nova filosofia de jogo, que preza mais pela ofensividade e pela posse de bola, os números do Corinthians de Nunes não são superiores à média do Corinthians de Carille em 2019: na atual temporada, em 11 jogos, o Timão anotou 13 gols, o que resulta na média de 1,1 gol por partida, exatamente o mesmo número apresentado pelo time dirigido por Carille no ano passado, o qual foi duramente criticado pelo estilo de jogo defensivo e pela pouca criatividade no ataque. A média de gols sofridos, por sua vez, subiu de 0,8 no ano passado para um por jogo neste ano.

E aí, torcedor corintiano, você acredita que o Timão de Nunes vai dar a volta por cima e classificar-se às quartas do Paulistão ou já está com saudades do “retranqueiro” Carille? Deixe sua opinião! 

* Renan Riggo é jornalista esportivo (A Folha Esportiva) e assessor de imprensa da PPress Marketing e Comunicação

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Fla
    90
  • 2 San
    71
  • 3 Pal
    71
  • 4 Grê
    65
  • 5 Ath
    63
  • Veja tabela completa