Camisa 7 custou cerca de R$ 22 milhões aos cofres do Timão. Foto: Daniel Augusto Jr/Ag Corinthians

Camisa 7 custou cerca de R$ 22 milhões aos cofres do Timão. Foto: Daniel Augusto Jr/Ag Corinthians

Uma comitiva de dirigentes corintianos viajou ao Oriente Médio no último domingo (21) para buscar novos negócios. Com problemas financeiros, o clube enviou três cartolas ao mundo árabe para, entre outras coisas, tentar negociar alguns atletas. Entre os nomes negociáveis está Luan.

De acordo com o Ge.globo, os dirigentes levam na bagagem apresentação do clube ressaltando a base alvinegra, lembrando nomes revelados no “Terrão”, como Fagner, Willian e Marquinhos. Com isso, o Timão tenta apresentar novas revelações que surgiram no clube recentemente, como Roni, Xavier, Igor Formiga, Matheus Araújo, entre outros.

Mas além de levar os nomes dos garotos aos árabes, o Timão tenta emplacar também a venda de Luan. Segundo o Globo Esporte, os representantes corintianos levaram ao Oriente Médio um material de apresentação do camisa 7, que custou cerca de R$ 22 milhões ao cofres do clube do Parque São Jorge.

Em nota, o Corinthians informou que os dirigentes viajaram ao Oriente Médio exclusivamente para tratar de parcerias com clubes da região, e negou que a comitiva tratará da venda de qualquer jogador.

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Bah
    0
  • 2 Atl
    0
  • 3 Cor
    0
  • 4 Spo
    0
  • 5 Red
    0
  • Veja tabela completa