Melhor do mundo em 95, Weah é atualmente presidente da Libéria. Foto: Divulgação

Melhor do mundo em 95, Weah é atualmente presidente da Libéria. Foto: Divulgação

Ex-goleiro e ídolo da seleção do Paraguai, José Luis Chilavert quer ir além da fama que conquistou dentro de campo. O ex-camisa 1 quer agora ser presidente da república de seu país.

Chilavert anunciou por meio de suas redes sociais que vai concorrer à presidência do Paraguai em abril de 2023.

Ídolo em seu país, Chilavert é um dos maiores jogadores da história do futebol paraguaio, disputou duas Copas do Mundo (1998 e 2002), e foi apontado como um dos melhores goleiros do mundo em seu período. O ex-goleiro defendeu Sportivo Luqueño, passou pelo Guaraní, ambos no Paraguai, foi para o San Lorenzo, da Argentina, depois o Real Zaragoza, da Espanha, até chegar ao Vélez Sarsfield, novamente na Argentina, em 1992. Chilavert também ficou marcado pelos gols de falta e de pênalti: foram 67 no total.

CLIQUE AQUI E RELEMBRE A CARREIRA DE CHILAVERT

Mas muito antes de o ex-goleiro-artilheiro resolver se dedicar à uma candidatura à presidência do Paraguai, outro ídolo do esporte mundial alcançou tal feito em seu país de origem. Melhor jogador do mundo em 1995, aliás, único jogador africano a receber o prêmio, George Weah foi eleito presidente da Libéria em dezembro de 2017 e ocupa o cargo até os dias atuais.

Weah brilhou por Mônaco e PSG, mas seu grande momento na carreira foi defendendo o Milan entre 1995 e 2000. O ex-atacante chegou a passar por Chelsea, Manchester City e Olympique de Marselha.

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Bah
    0
  • 2 Atl
    0
  • 3 Cor
    0
  • 4 Spo
    0
  • 5 Red
    0
  • Veja tabela completa