Convivendo com desfalques, o treinador são-paulino destacou o empenho de seu elenco. Foto: Rubens Chiri

Convivendo com desfalques, o treinador são-paulino destacou o empenho de seu elenco. Foto: Rubens Chiri

Desfalcado e desgastado, o São Paulo encarou o Internacional na última quarta-feira (20), no Beira-Rio, com uma equipe muito modificada. Ainda assim, fez um bom jogo, arrancou um empate em 3 a 3 depois de ficar três vezes atrás no placar e deixou seu treinador satisfeito.

Após a partida, Rogério Ceni comentou que só conseguiu treinar o time titular que enfrentou o Inter por 15 minutos, e elogiou o desempenho da equipe.

“A linha de três foi um pouco falha hoje, o pênalti foi assim, o segundo gol foi assim. Tivemos falhas, temos que combater o homem da bola. Treinamos apenas 15 minutos, tem a parte teórica no vídeo. Mas, de treino de campo, esse time fez 15 minutos ontem (terça-feira)”, disse o treinador.

“Entre aquecimento, atividade e tudo foram 15 minutos. Seguramos Igor Gomes, Welington e Diego Costa. Foi todo mundo que coloquei no segundo tempo, foi o que fizemos de melhor. Tivemos o primeiro tempo com falhas e o segundo melhor. Não seria injusto naqueles últimos contra-ataques a gente sair com o 4 a 3, não seria nada absurdo”, completou o comandando tricolor.

Com as dificuldades, o treinador destacou que o orgulho de seu elenco, que, segundo Ceni, se entrega muito a cada jogo.

“Eu gosto muito dos caras que trabalham comigo. Eles deixam tudo dentro de campo. E eu tinha muito, não importava qual campeonato. Eu fazia o meu melhor. É o que peço pra eles, se tiverem cansados pede para ficar fora. Quando se propõe em entrar em campo tem que fazer o melhor”, afirmou.

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Bah
    0
  • 2 Atl
    0
  • 3 Cor
    0
  • 4 Spo
    0
  • 5 Red
    0
  • Veja tabela completa