Treinador são-paulino valorizou a atuação fora de casa. Foto: RubensChiri/saopaulofcnet

Treinador são-paulino valorizou a atuação fora de casa. Foto: RubensChiri/saopaulofcnet

Encarando uma maratona desgastante de jogos e viagens, o Rogério Ceni não escondeu a sensação de alívio com a vitória do São Paulo por 2 a 1 sobre o Atlético-GO, no domingo (3), em Goiânia.

Em entrevista coletiva após a partida, Ceni destacou os problemas físicos que a equipe vem enfrentando e festejou os três pontos que impediram o Tricolor de entrar numa zona perigosa da tabela do Brasileirão.

“Era muito importante (ganhar fora de casa). Aqui o jogo é muito duro, muito físico. É uma equipe boa. É difícil vir aqui e conquistar a vitória, é um time bem armado. Nós vínhamos de uma viagem muito longa, eles também viajaram, foram ao Paraguai, mas a gente pro Chile. Com um grupo pequeno de jogadores, fico feliz pela vitória, por conseguir colocar o dois na frente. Chegamos aos 22 pontos”, afirmou Rogério Ceni.

“Hoje a vitória era primordial para a gente, a gente arriscou mais do que o normal fisicamente, era um jogo decisivo para nossas pretensões e nossas colocações. A gente ficaria em colocação muito ruim no campeonato em caso de derrota”, completou o treinador.

A sequência desgastante de partidas segue sem dar descanso ao Tricolor do. Morumbi, que agora volta suas atenções novamente para a Sul-Americana.  Para encarar a Universidad Católica no meio de semana, Ceni não escondeu que terá muitos problemas.

“Vamos com o melhor que a gente tenha na quinta, dentro da disponibilidade que a gente tem. Hoje teríamos 18 com condições de jogo, vamos torcer para que o Rafinha tenha pego só um resfriado e tenha condições de treinar”, comentou o técnico são-paulino.

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Bah
    0
  • 2 Atl
    0
  • 3 Cor
    0
  • 4 Spo
    0
  • 5 Red
    0
  • Veja tabela completa