Treinador são-paulino disse que o calendário brasileiro é “desumano”. Foto: Rubens Chiri/saopaulofc.net

Treinador são-paulino disse que o calendário brasileiro é “desumano”. Foto: Rubens Chiri/saopaulofc.net

O altíssimo número de lesões tem sido uma grande preocupação para Rogério Ceni no São Paulo. Diante do Fluminense, no último domingo (17), no Morumbi, pelo Brasileirão, mais dois jogadores saíram lesionados, Jandrei e Léo, que foram substituídos ainda no primeiro tempo.

Em sua entrevista coletiva após a partida, Rogério destacou que as contusões estão “despedaçando” a equipe e que até mesmo o sistema tático tem sido definido a partir dos jogadores que o técnico tem à disposição.

“Hoje é domingo, amanhã vamos recuperar os jogadores, e na terça já viajamos de novo (joga contra o Inter, quarta, em Porto Alegre). Na quinta voltamos, na sexta tem treino, no sábado tem jogo. Não sei nem com quem eu vou contar”, disse Ceni, que antes fez o alerta: “E vai piorar!”.

“Nem o sistema eu escolho o que eu quero, mas o que eu tenho. Não é mais o que eu acho do adversário, é o que acho do meu time mesmo. As decisões vão chegar, e (o time) vai despedaçando, desmoronando”, comentou.

Além dos dois lesionados diante do Flu, Rogério não conta na sequência com Contra o Fluminense, o São Paulo teve os desfalques de Arboleda, Luan, Caio, Alisson, Miranda, Reinaldo e André Anderson. Contra o Inter, não terá Calleri e Patrick, suspensos.

“É desumano o calendário para todos, não tem quem resista a isso. Mas o ano vai chegando na parte mais importante e você vai ficando cada vez mais desfalcado e fragilizado”, disse Ceni.

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Bah
    0
  • 2 Atl
    0
  • 3 Cor
    0
  • 4 Spo
    0
  • 5 Red
    0
  • Veja tabela completa