Milton Neves participou da transmissão da Rádio Bandeirantes no Pacaembu. Foto: Marcos Júnior Micheletti/Portal TT

Milton Neves participou da transmissão da Rádio Bandeirantes no Pacaembu. Foto: Marcos Júnior Micheletti/Portal TT

Foi em 22 de junho de 2011, há exatos oito anos, que o Santos Futebol Clube conquistou seu terceiro título na Copa Libertadores da América, ocasião em que derrotou a equipe uruguaia do Peñarol por 2 a 1, no Pacaembu.

O Portal Terceiro Tempo acompanhou a partida in loco, registrando a angústia e a emoção de Milton Neves na cabine da Rádio Bandeirantes. O jornalista participou da transmissão ao lado de José Silvério e Mauro Beting, que à época integrava a equipe da emissora do Morumbi.

Após empate sem gols em Montevidéu, o time da Vila, então comandado por Muricy Ramalho, abriu o placar no primeiro minuto do segundo tempo com Neymar. Ganso tocou de calcanhar para Arouca que em seguida serviu Neymar na grande área. O jogador, hoje no Barcelona, tocou rasteiro no canto esquerdo do goleiro Sébastian Sosa.

Depois, aos 23 minutos, foi a vez de Elano atuar como "garçom" e servir o lateral Danilo pela direita, que cortou para o meio da grande área e tocou de esquerda, assinalando o segundo gol santista.

O Peñarol, então dirigido por Diego Aguirre, partiu para o tudo ou nada e conseguiu diminuir aos 35, quando o zagueiro santista Durval ao tentar cortar um cruzamento de Estoyanoff pela direita, acabou jogando contra seu patrimônio.

Mas o Santos segurou a vitória até o final, e os quase 38 mil torcedores que compareceram ao Pacaembu naquela noite assistiram ao terceiro triunfo do Santos na Libertadores, após as conquistas de 1962 e 1963.

Ficha técnica da partida:

Local: Estádio Paulo Machado de Carvalho (Pacaembu)

Data: 22 de junho de 2011

Santos: Rafael; Danilo, Edu Dracena, Durval e Léo (Alex Sandro); Adriano, Arouca, Elano e Paulo Henrique Ganso (Pará); Neymar e Zé Eduardo. Técnico Muricy Ramalho

Peñarol: Sosa; González (Albín), Valdéz, Guillermo Rodríguez e Darío Rodríguez; Corujo, Aguiar, Freitas e Mier (Urretaviscaya); Martinuccio e Olivera. Técnico: Diego Aguirre

Gols: Neymar (1min do 2º tempo), Danilo (23min do 2º tempo) e Durval (contra, aos 35min do 2º tempo)

Cartões amarelos: Neymar e Zé Eduardo (Santos); González e Corujo (Peñarol)

Público: 37.894 pagantes

Renda: R$ 4.266.670,00

Árbitro: Sergio Pezzotta (ARG)

Auxiliares: Ricardo Casas (ARG) e Hernán Maidana (ARG).

Torcedores do Penãrol na fila para a final contra o Santos, na noite de 22 de junho de 2011, no Pacaembu. Foto: Marcos Júnior Micheletti/Portal TT

Milton Neves e José Silvério na cabine da Rádio Bandeirantes. À direita, o jornalista Thiago Tufano Silva. Foto: Marcos Júnior Micheletti/Portal TT

Festa da torcida para a entrada do time do Santos em campo. Foto: Marcos Júnior Micheletti/Portal TT

Milton não se conteve... Ele beija Mauro Beting, à época comentarista da Rádio Bandeirantes. Foto: Marcos Júnior Micheletti/Portal TT

ABAIXO, VÍDEO COM OS INSTANTES FINAIS DA PARTIDA. IMAGENS DE MARCOS JÚNIOR MICHELETTI/PORTAL TT

ABAIXO, AMPLA GALERIA DE FOTOS

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Fla
    42
  • 2 Pal
    39
  • 3 San
    37
  • 4 Int
    33
  • 5 Cor
    32
  • Veja tabela completa