Vaguinho abriu o placar para o Timão no Morumbi. Foto: Reprodução/YouTube

Vaguinho abriu o placar para o Timão no Morumbi. Foto: Reprodução/YouTube

A rivalidade entre Corinthians e Santos é das maiores do futebol brasileiro.

Na chamada "Era Pelé", o Timão foi frequentemente batido pelo time da Vila Belmiro. O Santos embalou uma invencibilidade que durou 11 anos (22 jogos), entre 1957 até o dia 06 de março de 1968, quando finalmente o tabu foi quebrado.

Neste 20 de março de 2020 se completam 43 anos do jogo de maior público para o confronto que terminou empatado em 1 a 1, disputado em um domingo à tarde no Morumbi, válido pelo Campeonato Paulista, certame que acabou sendo conquistado pelo Corinthians após o jejum de títulos que durava desde 1954.

Um total de 116.881 pagantes mais 3.981 menores que não pagaram ingressos (totalizando 120.662 espectadores) viram o ponta-direita Vaguinho abrir o placar para o Alvinegro de Parque São Jorge aos três minutos da etapa final, após bela jogada pela direita, contanto com falha do goleiro Ricardo. Dois minutos depois, o hábil meia Ailton Lira empatou, executando com perfeição sua maior habilidade, cobrando falta no canto esquerdo alto do goleiro Tobias. O Santos era dirigido por Urubatão.

UM EX-SANTISTA PELO TIMÃO

Edu, que fez história com a camisa 11 do Santos, estava defendendo o Corinthians naquele 20 de março de 1977, mas foi substituído por Romeu no transcorrer da partida. Edu permaneceu apenas durante aquele Paulistão no Corinthians, e foi um dos campeões daquela histórica conquista de 1977. No mesmo ano transferiu-se para o Internacional-RS, para a disputa do Campeonato Brasileiro.

ABAIXO, COM NARRAÇÃO DE LUIZ NORIEGA E COMENTÁRIOS DE GERSON DE ARAÚJO, PELA TV CULTURA (SP), OS GOLS DE CORINTHIANS 1 X 1 SANTOS, EM 20 DE MARÇO DE 1977

FICHA TÉCNICA

CORINTHIANS 1 X 1 SANTOS

DATA: 20 DE MARÇO DE 1977

LOCAL: ESTÁDIO CÍCERO POMPEO DE TOLEDO (MORUMBI)

PÚBLICO: 116.881 (PAGANTES) E TOTAL DE 120.662 (3.981 MENORES)

ÁRBITRO: ROMUALDO ARPI FILHO

GOLS: VAGUINHO E AILTON LIRA (aos 2 e aos 5 minutos do segundo tempo, respectivamente)

Corinthians: Tobias, Darcy, Moisés, Ademir Gonçalves e Wladimir; Givanildo, Russo (Luciano) e Basílio; Vaguinho, Geraldão e Edu (Romeu). Técnico: Duque.

Santos: Ricardo, Léo, Ailton Silva, Neto e Fernando; Carlos Roberto, Toinzinho e Ailton Lira; Nilton Batata, Reinaldo (Babá) e Rodrigues (Totonho). Técnico: Urubatão.

Edu marcou época pelo Santos, mas teve uma passagem pelo Timão em 1977, com 39 jogos, incluido aquele histórico entre as duas equipes, que teve o maior público do clássico Alvinegro. Foto: Revista Placar

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Fla
    90
  • 2 San
    71
  • 3 Pal
    71
  • 4 Grê
    65
  • 5 Ath
    63
  • Veja tabela completa