Camisa 8 alvinegro marcou o gol contra a Ponte em 13 de outubro de 1977. Foto: Reprodução/YouTube

Camisa 8 alvinegro marcou o gol contra a Ponte em 13 de outubro de 1977. Foto: Reprodução/YouTube

O dia 13 de outubro de 1977 ainda é, para muitos corintianos, o mais importante da história do clube de Parque São Jorge.

Aquela quinta-feira à noite, no estádio do Morumbi, marcou o fim de um jejum sem títulos do Alvinegro que durava desde 1954. O término de um martírio.

Após as duas primeiras partidas da decisão contra a Ponte Preta (vitória por 1 a 0 com gol de Palhinha) e derrota de virada por 2 a 1 (Vaguinho para o Corinthians, Dicá e Rui Rei para a Ponte), o jogo final foi dramático, definido aos 36 minutos do segundo tempo.

Zé Maria, pela direita, tentou cruzar na área do time campineiro mas o lateral-esquerdo Angelo (que substituiu Odirlei, suspenso por terceiro cartão amarelo) tocou a mão na bola.

O próprio Zé Maria, o "Super Zé", cobrou a falta, que foi desviada de cabeça por Basílio. Vaguinho, com o pé esquerdo, chutou a bola no travessão de Carlos.

No rebote, Wladimir, de cabeça, tocou em direção ao gol, que foi salvo por Oscar. Então, apareceu Basílio, o camisa 8 corintiano, com o peito do pé direito, estufou a rede do gol adversário.

Dali, até o apito final de Dulcídio Wanderley Boschillia, aos 50 minutos, o time comandado pelo mítico Oswaldo Brandão, manteve-se no comando do jogo para conquistar o tão sonhado título.

ABAIXO, MOMENTOS DO JOGO FINAL DO PAULISTA DE 1977 E O GOL DE BASÍLIO POR VÁRIOSO ÂNGULOS

CLIQUE AQUI E VEJA A PÁGINA DE BASÍLIO NA SEÇÃO "QUE FIM LEVOU?"

CLIQUE AQUI E VEJA A PÁGINA DE OSWALDO BRANDÃO NA SEÇÃO "QUE FIM LEVOU?"

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Fla
    77
  • 2 Pal
    67
  • 3 San
    64
  • 4 Grê
    56
  • 5 São
    52
  • Veja tabela completa