Brumadinho, os perigos das velhas barragens ainda de pé, os jurássicos viadutos e pontes de São Paulo, as chuvas devastadoras no Rio de Janeiro e o incêndio do alojamento-container dos meninos lá do Ninho do Urubu.

É só tragédia, além de muita insegurança.

E tem também o Bolsonaro que "não sara nunca".

Puxa vida, 2019 poderia ter começado bem melhor, hein?

Mas Moro e Guedes vêm fazendo boa dupla, Renan perdeu à lá Eduardo Cunha e Lula segue encrencado como nunca.

E por outro lado, duplamente, Barão de Cocais-MG sofreu com dois dos acontecimentos acima.

No mesmo dia em que morreram os meninos e os funcionários do Flamengo no Ninho do Urubu, Barão de Cocais foi evacuada por conta de aviso do perigo da barragem de rejeitos da cidade também se romper, como em Brumadinho.

Todo mundo se mandou, inclusive a família de  Geraldo Cleofas, o "Assoviador", natural de Barão de Cocais e grande craque dos juniores e profissionais do Flamengo, sempre em dupla com Zico e tendo Joubert como técnico.

"Geraldo Assoviador jogava mais que Zico", há ainda quem garanta isso lá no Rio.

E ele, Geraldo, morreu durante uma corriqueira operação de retirada das amígdalas, em 26 de agosto de 1976, aos 22 anos, no auge de sua carreira.

Jogadores do Flamengo na concentração em 1975. Da esquerda para a direita: Geraldo, Gideoni, Vanderlei Luxemburgo, Léo, Zico e Jayme

Enfim, uma pena tudo de ruim que vem acontecendo e poderá ainda acontecer neste início de 2019.

Mas a economia reage devagar e nossos times vão contratando e espero um belo ano do futebol em 2019.

Contratações e mais contratações, para alegria dos empresários de futebol, pós-Lei Pelé, uma mãe para eles.

E como cartolas e políticos, existem neste meio "representantes negociadores de  jogadores" classificados de todo o jeito ou definidos como gulosos, polêmicos, escaladores de jogador, "donos do clube", competentes, incompetentes, sérios, outros nem tanto e temos também pelo menos um "bobão".

Sabem quem?

Delcir Sonda, dono da DIS, em sociedade com seu irmão Idi.

De plantadores e capinadores de roças de arroz em Herval Grande-RS, e mais tarde motoristas de caminhão entre o Rio Grande do Sul e São Paulo, tornaram-se donos do sólido Sonda Supermercados, hoje com 42 lojas em 44 anos de trabalho no estado de São Paulo.

Então, como pode ser "bobão" esse gaúcho bilionário, se construiu um império em poucos 44 anos?

Muito simples, ficou rico vendendo comida e trabalhando muito, mas virou "bobão" por ter se envolvido nesse mundo malcheiroso de compra e venda de jogadores: perdeu dinheiro e foi passado para trás várias vezes.

Hoje, por outro lado, saibam, que esse "empresário bobão" de jogador venceu uma batalha em um dos mais importantes condomínios residenciais do Brasil para construir um asilo, investindo R$ 20 milhões, ao lado da mansão do apresentador Celso Portiolli, do SBT.

Ali ele vai abrigar a sua irmã gêmea, deficiente mental, e mais umas 40 mulheres sem esperança de uma vida digna.

É o mesmo "bobão" Delcir Sonda que doou R$ 25 milhões limpinhos ao seu time de coração, o Internacional, sem qualquer contrapartida.

Enfim, é um "bobão" de bom coração, mas quando enfezado não há o que o segure.

Que o diga um frustrado e pretenso "fiscal do alheio", que só não apanhou feio do pacífico gaúcho em espera de embarque em Congonhas, porque tirou a calça pela cabeça.

Ele, Delcir, vai ver tinha suas razões.

Mas o importante de tudo é que Delcir Sonda deveria mesmo era ser homenageado pela mídia e pelo mundo do futebol, por não ter aceitado 5 milhões de euros "por fora e em espécie" para retirar um famoso processo há anos, lá atrás.

Preferiu eticamente investir outros milhões e milhões de euros em grandes advogados atrás do que os Neymares teriam sonegado quanto ao real valor daquela nojenta transferência da Vila para a Catalunha em 2013.

E já foi decidido lá na Espanha por três a zero contra a família Neymar, em "La Sala de Lo Penal de la Audiencia Nacional", que todos serão julgados, agora sem nova apelação por corrupción, estafa (fraude) e simulación contractual.

E a moral da história?

"A grande imprensa e a opinião pública ainda não entenderam que este ´empresário bobão do futebol´ não está atrás apenas do seu honesto dinheiro correspondente a 40% do real valor da venda de Neymar, mas briga mesmo é por uma questão de Justiça e Moral e para amparar a FAAP, entidade presidida por Wilson Piazza em Belo Horizonte, que apoia ex-jogadores de futebol, que recebe 0,8% do valor de qualquer transferência de jogador de futebol do Brasil para o exterior", diz o advogado da DIS e da FAAP, Dr. Paulo Nasser.

E, ah, ao contrário do que patrulheiros obsessivos e invejosos pregam por aí, em seus cantinhos, pouco me importa quem vai ganhar esta batalha de uns 80 milhões de euros, calcula-se.

Sou apenas o ÚNICO jornalista esportivo desde 2013 que obstinadamente bateu firme nesta "venda" de Neymar by Laor-Odílio, uma vergonha!

Certo, Ricardo Eugênio Boechat?

E obrigado por me fazer justiça!

Justo eu que anuncio Sonda, desde 1993, em um dos meus "milhares" de cases que emplaquei na publicidade brasileira.

E nesta altura do campeonato, de completa e irreversível solidez pessoal, não preciso é de mais nada.

Só quero continuar, mais um pouco, contando histórias no rádio, divertindo-me na TV, cuidando dos meus velhinhos no maravilhoso "Que Fim Levou?" e ensinando a molecada como se deve fazer rádio esportivo de estúdio.

Afinal, a molecada aprende, já os veteranos que não aprenderam lá atrás e desprovidos de comunicação, carisma e voz, aí, não tem mais jeito.

Só no lobby...

 ******************************************************* 

 High Glass apresenta sua linha de vidros blindados com grafeno

High Glass, empresa fabricante de vidros blindados e arquitetônicos da marca BLINDEX, com cinco anos de atividade, apresentou na noite da última quinta-feira (7), em São Paulo, para diversos convidados, sua linha de vidros compostos com grafeno, material que revoluciona o segmento de blindagem por sua maior resistência e leveza.

Cesar Urnhani, piloto de testes e palestrante, apresentou o evento, salientando a importância de otimizar os veículos blindados, sobretudo no tocante à diminuição de peso. Segundo ele, o centro de gravidade dos veículos blindados muda, pois o peso adicionado fica em parte mais alta do carro, o que pode provocar diferença na estabilidade.

Dimas Salesse, CEO da High Glass. falou sobre a adoção da tecnologia do grafeno para seus vidros blindados.

"A tecnologia, em seu início, tem incrementos que tornam o produto com um preço mais elevado, mas com o tempo haverá um ajuste no preço. Em um primeiro momento ela traz uma melhor dirigibilidade no veículo, pois ele se torna com uma estrutura de blindagem um pouco mais leve que a tradicional, então ela vem trazer valor agregado e durabilidade na blindagem e melhor revenda por menor desgaste do veículo", ponderou Dimas.

O jornalista Reginaldo Leme também compareceu ao evento, como convidado, falando um pouco na abertura sobre o que espera da nova temporada da Fórmula 1, marcada para começar no dia 17 de março, na Austrália. Reginaldo também sinalizou com a boa perspectiva de jovens pilotos brasileiros na categoria, citando os exemplos concretos de Pietro Fittipaldi e Sérgio Sette Câmara, pilotos de desenvolvimento de Haas e McLaren, respectivamente, além de um outro nome que vem se destacando no cenário internacional, Caio Collet, atual campeão da F4 Francesa, que segundo ele, em dois ou três anos pode integrar a F1.

Clique aqui e acesse o site da High Glass.

Ronny Reichmann, Reginaldo Leme, Dimas Salesse e Cesar Urnhani. Foto: Marcos Júnior Micheletti/Portal TT

 

Apresentação ficou a cargo de Cesar Urnhani. Foto: Marcos Júnior Micheletti/Portal TT

Vidros blindados mais leves com a nova tecnologia. Foto: Marcos Júnior Micheletti/Portal TT

 

CEO da High Glass, Dimas Salesse detalhou as qualidades do produto de sua empresa. Foto: Marcos Júnior Micheletti/Portal TT

 

 

Cesar Urnhani, à esquerda, observa Reginaldo Leme, que falou sobre Fórmula 1 e automobilismo durante o evento. Foto: Marcos Júnior Micheletti/Portal TT

 

Evento aconteceu na cobertura de um edifícil na zona sul da capital paulista. Foto: Marcos Júnior Micheletti/Portal TT

 

Degustação de queijos e vinhos no evento da High Glass. Fotos: Marcos Júnior Micheletti/Portal TT

 

 Debate sobre a nova era da blindagem no Brasil. Foto: Marcos Júnior Micheletti/Portal TT

 CLIQUE AQUI E VEJA MAIS FOTOS NA GALERIA DA MATÉRIA

 

 ******************************************************* 

Rancho 53 da Castello: hoje tem degustação nobre de um vinhaço!

Bom programa para quem gosta de um bom vinho. A quinta-feira (07) é dia de jantar harmonizado com vinhos excelentes do Rancho 53.

Localizado na Rodovia Castelo Branco, Km 53, o Rancho 53 apresenta mais uma noite de notável gastronomia, com a presença de especialistas no assunto.

Não fique fora dessa. Faça sua reserva agora!

Informações abaixo:

 

 ******************************************************* 

Fundação Edmilson lança nova identidade visual após 13 anos de existência

Com o objetivo de atender mais de 1000 crianças carentes em 2019, a Fundação Edmilson começou o ano com grandes novidades. Nesta terça-feira (05), foi realizado o coquetel de lançamento da nova identidade visual da instituição fundada em 2005 por Edmilson e Simeia Moraes. Aos 13 anos de existência, a Fundação passou por meses de estudos realizados pela Agência RGT, que reformulou e modernizou o logo, todo conceito da marca e o slogan, que agora é “Nosso Sonho É Virar o Jogo”. Para completar, foi anunciado a criação do aplicativo da Fundação Edmilson para modernizar o relacionamento entre os doadores e a entidade.

“Este é um momento muito especial para mim e para a Fundação Edmilson. E de muita gratidão. Depois de 13 anos de existência nós resolvemos trazer uma nova ideologia para a nossa identidade visual. Reinventamos o sol para que ele continue a brilhar e para que possamos ajudar cada vez mais, proporcionando educação, cultura, esporte e assistência social para jovens e famílias necessitadas. Em 2019 estaremos virando o jogo da vida de mais de 1000 crianças e este novo logo e a criação do nosso aplicativo marcam este momento de expansão da Fundação Edmilson”, afirmou Edmilson ao lado da diretora geral da Fundação, Simeia Moraes.

Além da inauguração da nova identidade visual e da divulgação do aplicativo da Fundação Edmilson que será finalizado em junho deste ano, também foi realizado um desfile com a nova coleção de uniformes, desenhados pela estilista Natally Fernandes.

O coquetel foi exclusivo para empresários que já apoiam a Fundação Edmílson e outros que estão conhecendo melhor o projeto social, e também contou com a presença de um elenco recheado de pentacampeões do Mundo. Cafú, Denilson, Juninho Paulista e Belletti prestigiaram o evento, que também teve Edu Gaspar, Felipe Melo, Amaral e Fabiano. O apresentador César Filho foi o mestre de cerimônias da festa que teve a presença de convidados especiais como o cantor Zezé di Camargo, a cantora Ester Campos e o arquiteto Fabiano Hayasaki.

Acesse nossa redes sociais para ficar por dentro das novidades: @fundacaoedmilson + #NossoSonhoÉVirarOJogo

Mais sobre a Fundação Edmílson

Criada em 2005 pelo pentacampeão mundial de futebol Edmílson Moraes, a Fundação Edmílson em 2019 irá atender aproximadamente 1100 crianças de comunidades carentes diariamente, com intuito de proporcionar estrutura, ensino e de criar cidadãos através da educação, esporte e cultura. Com sede em Taquaritinga, cidade natal do instituidor, a Fundação atualmente tem outros quatro pólos, atendendo nas regiões de Sumaré (Interior de SP); Carapicuíba e Vila Rubi (SP) e Betânia (PI).

 ******************************************************* 

Quem vai dar o primeiro vexame do futebol brasileiro em 2019? Na Live do Terceiro Tempo

O Vasco da Gama passou perto. O São Paulo está tentando. Deyverson é candidato. Afinal, quem dará o primeiro vexame de 2019 no futebol brasileiro?
 
A pergunta tomou conta da Live do Terceiro Tempo nesta quinta-feira (07). E as opiniões, como sempre, foam divergentes.
 
Acompanhe a íntegra do programa e confira as opiniões. Você também pode deixar suas impressões sobre o tema. 

 ******************************************************* 

Piloto de Muzambinho participou das buscas após tragédia de Brumadinho

Nascido na cidade de Muzambinho (MG), o Tenente Coronel da Polícia Militar de Minas Gerais, Messias Alan de Magalhães, foi um dos pilotos que ajudou nas buscas e no salvamento de várias pessoas após a tragédia de Brumadinho, no dia 25 de janeiro.

Após o rompimento da barragem a “Esquadrilha Pégasus”, que ele faz parte foi acionada e seguiu para o local do acidente. Essa equipe pertence à Polícia Militar de Minas Gerais e é formada por 19 aeronaves, sendo 10 helicópteros e 9 aviões.

Os pilotos faziam várias viagens para embarcar e desembarcar bombeiros e militares de Israel que trabalharam sem descanso para tentar encontrar as vítimas do rompimento. Cada integrante da equipe chegou a trabalhar 16 horas por dia nos primeiros momentos da tragédia.

A equipe do comandante Messias foi responsável por içar, no dia 30, cinco dias após o ocorrido, um boi de cerca de 350 quilos, que estava parado ao lado de um ônibus que foi encontrado com diversas vítimas da tragédia.

O esforço de Messias e de sua equipe da Polícia Militar, do Corpo de Bombeiros e da Polícia Civil foi responsável pela salvação de mais de 190 pessoas, após o desastre de Brumadinho. Foi a mostra do lema da Esquadrilha Pégasus, “A ajuda que vem do céu”, e que conseguiu auxiliar centenas de pessoas.

 ******************************************************* 

Morre Jairo, ex-goleiro campeão paulista em 1977 e 1979 pelo Corinthians, também ídolo do Coritiba

Morreu nesta quarta-feira (6), o ex-goleiro Jairo, vítima de câncer renal. Ele estava com 72 anos de idade e residia em Curitiba-PR. Ainda não foram divulgadas informações sobre velório e sepultamento.

CLIQUE AQUI E VEJA A PÁGINA DE JAIRO NA SEÇÃO "QUE FIM LEVOU?"

Jairo do Nascimento defendeu as metas do Coritiba e Corinthians, entre outros, integrando a campanha vitoriosa do Alvinegro de Parque São Jorge em 1977, em esquema de revezamento com Tobias. Das três partidas da decisão, contra a Ponte Preta, Jairo disputou o segundo jogo, na derrota por 2 a 1 para o time campineiro, gols de Dicá e Rui Rei.

Titular do Corinthians em 1979, novamente foi campeão paulista, na equipe que contava com a dupla Sócrates e Palhinha, que mais uma vez superou a Ponte Preta.

Jairo detém dois recordes imporantes em sua carreira: foi o goleiro que atuou por mais vezes na meta do Coritiba (440 jogos) e por ter sido o goleiro do Corinthians por mais tempo sem sofrer gol (1131 minutos), este em 1977.

Jairo disputou uma partida oficial pela seleção brasileira, válida pela Taça Atlântico e Copa Rio Branco, em 28 de abril de 1976, no Maracanã, vitória brasileira por 2 a 1. Torres abriu o placar para a seleção uruguaia e, depois, Rivellino e Zico marcaram para a equipe brasileira, comandada por Oswaldo Brandão.
 
Catarinense de Joinville, onde nasceu no dia 23 de outubro de 1946, apelidado de "Pantera Negra", começou sua carreira no futebol lá mesmo em sua cidade natal, pelo Caxias de Joinville, passando depois pelo Fluminense-RJ para depois vestir as camisas do Coritiba e do Corinthians.
 
Ainda jogou pelo Náutico e América-MG, entre outros, e teve uma nova passagem pelo Coritiba, onde conquistou o Brasileirão de 1985, mas como reserva imediato de Rafael Cammarota.
 

Jairo no Parque São Jorge. Ele detém o recorde entre os goleiros corintianos, com 1131 minutos sem sofrer gol, de 1977. Foto: Reprodução

 

 Equipe do Coritiba no início dos anos 1970. Em pé, da esquerda para a dieita: Jairo, Di, Marçal, Hermes, Hidalgo e Nilo Neves. Agachados: Antoninho, Plein, Tião Abatiá, Dito Cola e Aladim

 

Corinthians campeão paulista de 1979, título decidido contra a Ponte Preta apenas no início de 1980. Esta foto foi tirada no dia 10 de fevereiro de 1980 quando o Timão bateu a Macaca por 2 a 0, com gols de Sócrates e Palhinha. Foi o terceiro jogo decisivo entre as duas equipes. Em pé, da esquerda para a direita: airo, Mauro, Luis Cláudio, Amaral, Caçapava e Romeu. Agachados: Píter, Biro-Biro, Palhinha, Sócrates e Wladimir

 

 ******************************************************* 

Entrevistas: Milton Neves e seus convidados no Domingo Esportivo da Rádio Bandeirantes

No último domingo (3), Milton Neves comandou mais um "Domingo Esportivo" da Rádio Bandeirantes, atração que contou com várias entrevistas a partir das 9h30.

Milton conversou com o Tenente Pedro Aihara (porta-voz do Corpo de Bombeiros de Brumadinho-MG), Hortência, Paulo Magalhães Nasser (advogado da DIS), o narrador Jota Júnior, André Vinicius (diretor executivo do UOL) e Edilson Avelar, pai de Danilo Avelar, jogador do Corinthians.

OUÇA, NOS PLAYERS ABAIXO

Tenente Pedro Aihara fala sobre o trabalho do Corpo de Bombeiros de MG

Eterna Rainha do Basquete, Hortência conta histórias no Domingo Esportivo Bandeirantes

Paulo Magalhães Nasser, advogado da DIS, que explica decisão da Justiça Espanhola de julgar Neymar por fraude

Comemorando 50 anos de profissão, Jota Júnior conversa com Milton Neves na Bandeirantes

André Vinícius, diretor executivo do UOL, fala sobre os piores jogadores da história do Timão

Edilson Avelar, pai do lateral do Corinthians, fala sobre a superação do filho no futebol

 

 

 *******************************************************  

Robert Schedit está de volta 

O maior medalhista brasileiro em Jogos Olímpicos, ao lado do também iatista Torben Grael, está de volta.

Robert Scheid confirmou que vai tentar a classificação para os Jogos de Tóquio, em 2020, na classe Laser, onde ele ganhou as suas duas medalhas de ouro, em 1996 e 2004, e uma de prata em 2000.

Se conseguir a vaga ele vai para a sua sétima olimpíada. O país já tem vaga assegurada nessa classe, alcançada no Mundial de 2018 por João Pedro Oliveira, mas a vaga é do país e não do atleta, e poderá ser de Scheidt se ele for melhor que Oliveira nos mundiais de 2019 e 2020.

Aliás João Pedro não começou bem o ano e na semana passada, na etapa de Miami da Copa do Mundo de Vela terminou apenas em 56º, tendo como melhores resultados um segundo, um quinto e um sétimo lugar, dentre várias outras posições muito baixas.

O outro concorrente à vaga é Bruno Fontes, que ganhou recentemente de Scheidt na Copa do Brasil.

Por enquanto Robert não tem apoio da Confederação e terá de disputar o troféu Princesa de Sofia, na Espanha, com recursos próprios, mas esse quadro tende a mudar se ele alcançar os resultados que todos esperam.

Seja bem vindo campeão.

 *******************************************************  

Live: Qual a competição nacional mais importante: Brasileiro ou Copa do Brasil?

A Copa do Brasil começa nesta terça-feira (05) com o Fluminense jogando contra o River, no Piauí. O torneio milionário terá participação de 91 equipes, incluindo os oito participantes brasileiros da Libertadores, que entram na fase oitavas de final.

Na Live desta terça-feira (05) João Antônio Carvalho e Frank Fortes debateram com os internautas sobre a competição com a seguinte pergunta: Brasileirão ou Copa do Brasil?

A discussão dividiu a audiência e muita gente defende a Copa do Brasil como o torneio mais interessante do futebol nacional na atualidade.

E você o que pensa? Deixe sua opinião nos comentários.

*******************************************************  

Uma ode ao indecoro parlamentar, escreve Roberto Livianu

Segundo definição constante da wikipedia, decoro parlamentar é a conduta individual exemplar que se espera ver adotada pelos políticos, representantes eleitos pela sociedade, merecendo inclusive disciplina constitucional no artigo 55, parágrafo 1.o.

Entende-se como decoroso o comportamento respeitoso às regras de convivência corporificadas no código de ética parlamentar, cuja violação pode gerar como consequência extrema a perda de mandato do parlamentar.

Mas o que dizer e como lidar com um encadeamento sequencial de condutas indecorosas cometidas por vários senadores, transmitidas ao vivo em rede nacional pela TV Senado?

Confira a íntegrada da opinião de Roberto Livianu no Portal Poder 360.

*******************************************************  

 A melhor definição sobre o Rei Pelé. Por Maurício Roberto, do Futnático

Pesquisador e historiador de futebol, Maurício Roberto utilizou texto de improviso, criado por Milton Neves, sobre o Rei Pelé para montar um vídeo com lances históricos do maior jogador de todos os tempos.

O vídeo, publicado no Canal Futnático, mostra grandes jogadas de Pelé ao longo da carreira e tem o sugestivo título de “A melhor definição sobre Pelé já feita por alguém”.

Ouça a definição feita por Milton Neves, em 1999, e curta lances da carreira do Rei no vídeo abaixo:

*******************************************************  

Live quer saber: O que aconteceu com o rico Palmeiras e o envolvente Santos?

Os dois clubes mais badalados do estado de São Paulo se deram mal no fim de semana. Além da derrota do Palmeiras no sábado, no dérbi contra o Corinthians, neste domingo foi a vez do Santos.

O Peixe foi surpreendido pelo Ituano, no interior, e goleado por 5 a 1. A equipe apresentou muitas falhas defensivas e pagou o preço em gols tomados. Foi a primeira derrota do Peixe sob o comando de Jorge Sampaoli.

Como também fora a primeira derrota do Palmeiras de Scolari na temporada. Por isso, a Live do Terceiro Tempo desta segunda-feira (04) quer saber: O que aconteceu com essas duas equipes?

Confira as opiniões de Frank Fortes e João Antônio Carvalho. Aproveite para opinar também.

*******************************************************  

Só o controle da sociedade impedirá festejos regados a vinhos e uísques caros no Congresso. Por Roberto Livianu

O Brasil, no tema da corrupção, parece terra sem lei, pois as contas não são prestadas de forma clara e rápida.

Confira o artigo publicado pelo Promotor de Justiça e idealizador do Instituto Não Aceito Corrrupção, Roberto Livianu, no Zero Hora.

Clique e leia a íntegra.

*******************************************************  

Empresa Gregory é inocentada de utilizar mão-de-obra escrava

 

A defesa dos sócios da empresa Gregory, instada a se manifestar, informa a absolvição dos sócios da Gregory, por sentença da juíza da 3ª Vara Criminal Federal de São Paulo, publicada nesta data.

A acusação contra a Gregory era de utilização de trabalhadores laborando em condições análogas a de escravos, nas oficinas de seus fornecedores.

A Gregory não fabrica peças de vestuário, tão somente as revende.

Ao longo do processo, ficou provado que a Gregory jamais se utilizou de mão-de-obra escrava, sendo totalmente contra essa exploração absurda, inclusive, adotando um rigoroso mecanismo de compliance para combater a utilização de qualquer mão-de-obra escrava por parte de seus fornecedores.

Para a defesa, esta decisão foi acertada e traduz Justiça. A Gregory e seus sócios sofreram com esta acusação injusta e foram até hostilizados por conta desta equivocada denúncia, totalmente improcedente.

Por fim, restou provada a inocência da Gregory e seus sócios, que sempre prezaram pela dignidade e bem estar de seus funcionários e dos funcionários de seus fornecedores.

São Paulo, 01 de fevereiro de 2019.

Prof. Dr. Luiz Flávio Borges D´Urso - ADVOGADO

*******************************************************  

Olhos no retrovisor: Ligier, há 40 anos, conquistava a dobradinha no GP do Brasil

Após vencer o Grande Prêmio da Argentina de 1979 com o francês Jacques Laffite, a também francesa equipe Ligier chegou como favorita para a etapa paulistana, realizada em Interlagos, no dia 4 de fevereiro daquele ano., há exatos 40 anos.

E a expectativa se confirmou. Após largar nas duas primeiras posições, os dois carros da escuderia fundada por Guy Ligier dominaram a prova no antigo traçado de Interlagos e fizeram a dobradinha da equipe, com Jacques Laffite e Patrick Depailler, também francês.

O argentino Carlos Reutemann, com Lotus-Ford, completou o pódio, em terceiro.

Entre os brasileiros, Emerson Fittipaldi largou em nono lugar com o Fittipaldi-Ford e terminou em 11º, uma volta atrás do vencedor, enquanto Nelson Piquet (Brabham-Alfa Romeo) bateu na quinta volta, após largar em 22º.

Na F1, a Ligier venceu nove provas desde sua estreia , em 1976, até 1996, ano em que foi vendida para o ex-piloto Alain Prost, que a rebatizou com o nome Prost Grand Prix.

A última vitória aconteceu exatamente em seu último ano na categoria, 1996, ocasião em que o francês Olivier Panis, ganhou nas ruas do Principado de Mônaco.

DESEMPENHO DA EQUIPE CAIU AO LONGO DO ANO...

Depois dos triunfos na Argentina e a dobradinha no Brasil, a Ligier conseguiu apenas mais uma vitória na temporada, com Depailler, em Jarama, na Espanha. Enquanto isso, Ferrari, que depois estreou seu novo carro, bem como a Williams, tiveram um salto significativo de qualidade.

A Ferrari conquistou o título entre os construtores e Jody Scheckter foi o campeão, com Gilles Villeneuve terminando como vice. A Williams, vice-campeã entre os contrutores, levou Alan Jones ao terceiro lugar em 1979. Jacques Laffite ciou em quarto lugar na temporada e Patrick Depailler foi o sexto. A Ligier fechou o ano na terceira colocação.

No complexo do Autódromo de Magny-Cours, na França, há um museu com diversos carros da equipe, incluindo o modelo de 1983 que foi pilotado por Raul Boesel, ano em que o brasileiro guiou para o time de Guy Ligier (1930-2015). Além de Boesel, Pedro Paulo Diniz também competiu pelo time, em 1996. 

ABAIXO, O GP DO BRASIL DE F1 DE 1979, COM TRANSMISSÃO DA REDE GLOBO E IMAGENS GERADAS PELA TV CULTURA-SP. NARRAÇÃO DE LUCIANO DO VALLE, COMENTÁRIOS DE REGINALDO LEME E REPORTAGENS DE JUAREZ SOARES. ASSISTA PELO YOUTUBE, NA SEGUNDA OPÇÃO DE TELA

 

CLIQUE AQUI PARA ACESSAR A HOME DE AUTOMOBILISMO DO PORTAL TERCEIRO TEMPO

 

 

 

 

 

 

*******************************************************  

Polo Aquático: Equipe Masculina do Brasil vence a Copa Uana e se garante no Mundial

Depois de iniciar a Copa Uana, disputa nas piscinas do SESI, com duas derrotas, para Canadá e Estados Unidos, a seleção brasileira masculina de Polo Aquático reagiu de forma brilhante e além de conquistar uma das duas vagas em jogo para o Mundial da Coréia, em julho, ainda terminou campeã.

Na estréia, o time dirigido por André Avallone, perdeu para o Canadá, por 15 a 12 e na sequência foi derrotado pelos Estados Unidos, por 15 a 4. Na terceira partida da fase de classificação finalmente saiu a primeira vitória, 13 a 3 contra a Argentina.

O resultado colocou o Brasil em uma das semifinais contra o Canadá, e a vitória já representava a classificação para o Mundial de Gwangju. Numa partida praticamente perfeita o time brasileiro marcou 15 a 5 e alcançou uma vitória incontestável.

Já garantido no Mundial e bem mais solto, os brasileiros voltaram a enfrentar os americanos na final e depois de empate de 9 a 9 no tempo normal, o Brasil ficou com o título, vencendo por 3 a 1 nos pênatis. Destaque para o goleiro sérvio naturalizado brasileiro Slobodan Soro, que pegou quatro pênaltis, dois no jogo e dois na decisão por penalidades.

Com um time que mesclou jogadores mais experientes, com Gustavo Grummy, Bernardo Rocha, Rudá Franco e o goleiro Soro, e vários jovens, o treinador André Avallone passou pelo seu primeiro grande teste. Antes tinha conquistado o Sul-Americano, em outubro, em Lima.

E novamente em Lima, no Peru, a seleção brasileira vai tentar garantir uma vaga para os Jogos Olímpicos de Tóquio, em 2020. Após o mundial da Coréia, a seleção vai direto para o Pan, onde novamente contra Canadá e Estados Unidos vai tentar o título, única posição que dá a vaga para a olimpíada.

Se isso não acontecer, a última chance será no Pré-Olímpico Mundial, que será em 2020, contando com várias seleções européias. Nós conversamos com o treinador André Avallone, que falou do título e de sua expectativa para as futuras competições. Confira!

*******************************************************  

Após vitória em Daytona, Farfus termina em 5º nas 12 Horas de Bathurst, na Austrália

Uma semana após ter vencido as 24 Horas de Daytona, pela classe GTLM, o brasileiro Augusto Farfus foi o quinto colocado nas 12 Horas de Bathurst, na Austrália, prova encerrada neste domingo (3), primeira etapa do Intercontinental GT Challenge (IGTC).

Farfurs formou o trio do BMW Team Schnitzer com o modelo M6 GT3  ao lado do alemão Martin Tomczyk e do australiano Chaz Mostert. A vitória foi do Porsche 911 GT3-R do trio Dirk Werner/Dennis Olsen/Matt Campbell. Campbell, aliás, foi o responsável por conduzir o Porsche de numeral 912 na última parte da prova, recebendo a bandeira quadriculada.

“Nós fizemos uma ótima corrida em termos de performance pessoal como equipe, mas faltou um pouco para que pudéssemos garantir um lugar no pódio. Foi uma prova muito dura, muito quente durante todo o dia, mas foi um resultado positivo, uma boa recuperação e somamos pontos importantes para o restante do campeonato, que é longo. Agradeço a todo o time pelo trabalho, foi um fim de semana emocionalmente difícil, mas nos mantivemos fortes juntos. Os últimos resultados me enchem de motivação para seguir o trabalho, agora me preparando para Sebring pelo WEC e Laguna Seca pelo IGTC”, comentou o paranaense Farfus, de 35 anos.

A recuperação a que Farfus se refere deve-se aos problemas que o trio do BMW #42 enfrentou, que o colocou na oitava fila do grid, em 15º lugar. Farfus, que assumiu o comando do carro no segundo stint, liderou até a quarta hora da disputa, mas a performance acabou não sendo mantida até o final, sobretudo em razão do forte calor no circuito de 6.123 metros, na casa dos 37ºC.

Matt Campbell conduziu o Porsche 911 GT3-R na última parte da prova para ser o primeiro a receber a bandeira quadriculada nas 12 Horas de Bathurst, na Austrália. Foto: Divulgação

 

Augusto Farfus chegou a liderar a prova no começo, mas fechou na quinta colocação a bordo do BMW M6 GT3. Foto: BMW

CLASSIFICAÇÃO FINAL DAS 12 HORAS DE BATHURST - AUSTRÁLIA

 

 

CLIQUE AQUI PARA ACESSAR A HOME DE AUTOMOBILISMO DO PORTAL TERCEIRO TEMPO

 

 

 

 

*******************************************************  

 

 

Abraçando o internauta

De: José P. Campos <jpcampos4@hotmail.com>
Enviada em: domingo, 3 de fevereiro de 2019 16:56
Para: miltonneves@terceirotempo.com.br
Assunto: Boa tarde!

Hoje ouví só o final do seu programa, a entrevista com o Preá e as abobrinhas que vcs falaram no final. Dei muita risada! Aliás, o Carlos Alberto elogiou o Alberto (Valentim) quando jogava no Atlético Paranaense, lembra? Vc falou da cabeça do Avelar. Ele é psicologicamente preparado. Bem formado. Um dia vou te falar do Nilton Santos, aquele, de um contato que tive com ele há 30 anos. Aprendí muito com ele. Cabeça brilhante!!! Esta semana estive com o Dirceu Cabral, numa padaria de Moema. Ele é muito seu fã!
Um grande abraço !

José Pinto de Campos.

De: odir.cunha@uol.com.br <odir.cunha@uol.com.br>
Enviada em: quinta-feira, 31 de janeiro de 2019 14:10
Para: Milton Neves - Terceiro Tempo <miltonneves@terceirotempo.com.br>
Assunto: RE: RES: Áudio - Rádio Bandeirantes - programa DOMINGO ESPORTIVO 27.01.2019

Obrigado Milton!

Mais sucesso para você!

O gringo é bom e inteligente. Está jogando futevôlei e tendo aulas de beach tennis. Os santistas aqui da Baixada estão amando ele.

Abraço!

Odir

De: alex.ctba@bol.com.br <alex.ctba@bol.com.br>
Enviada em: quinta-feira, 31 de janeiro de 2019 13:10
Para: miltonneves@band.com.br; miltonneves@band.com.br; miltonneves@terceirotempo.com.br; miltonneves@bandnewsfm.com.br
Assunto: Zaga do Corinthians

Oi Miltão.

Lembra de mim?

O cara que nunca erra sobre os times paranaenses...

Como o Petraglia acabou com minha vontade de acompanhar o futebol do Paraná, agora acompanho o futebol de todo o Brasil...

E, só vim aqui pra te dizer uma coisa: Manoel e Henrique são péssimos zagueiros... Isto mesmo... Péssimos...

Se o Carille insistir com eles, o Corinthians terá serias dificuldades.

Anote, e depois me cobre.

Abraço, Miltão...

Alexandre Hermann.
Curitiba - Pr.

De: Adelino Rodrigues <adelinorodrigues09@hotmail.com>
Enviada em: sexta-feira, 1 de fevereiro de 2019 12:52
Para: miltonneves@terceirotempo.com.br
Assunto: Agradecimento.

Caro Mílton Neves:

Lemos, na coluna Terceiro Tempo, editada em 20 de janeiro, uma referência ao Jabaquara Atlético Clube.
Na coluna Personalidade, a entrevista foi com Lucas Iazetti Neto (Lucas Neto), Jornalista e Radialista.
Quando foi perguntado sobre qual a camisa mais bonita, respondeu: "A do Jabaquara".
Gostaria de agradecer a referência ao nome do nosso Clube, bem como agradecer também sua Coluna pela dedicação ao esporte e, de forma especial, ao futebol.
Um abraço amigo.

Adelino Rodrigues.
Presidente do Jabaquara Atlético Clube.
Santos-SP>

De: odir.cunha@uol.com.br <odir.cunha@uol.com.br>
Enviada em: segunda-feira, 4 de fevereiro de 2019 14:55
Para: Milton Neves - Terceiro Tempo <miltonneves@terceirotempo.com.br>
Assunto: RE: RES: RES: Áudio - Rádio Bandeirantes - programa DOMINGO ESPORTIVO 27.01.2019

Foi com muita sede ao pote.

Lembrei a alguns santistas que no Paulista de 1955 o Santos tomou 8 a 0 da Portuguesa, no Pacaembu, e ainda foi campeão. Quiseram me bater. rsss

Mas é a verdade.

O que importa é ganhar os clássicos.

Abraço!

Odir

Odir Cunha, jornalista e escrito

De: Ricardo Macedo <ricardojamacedo@hotmail.com>
Enviada em: sábado, 2 de fevereiro de 2019 01:07
Para: kelly@terceirotempo.com.br
Assunto: Re: RES: kelly@terceirotempo.com.br sent you files via WeTransfer

Meu caro e saudoso amigo Milton
Estou aqui me lembrando da tal história que vc sempre gosta
de relembrar a respeito,de que a gente deve sempre ter em mente a nossa
a nossa origem,a nossa ALDEIA
Ainda não consegui achar a minha companheira
A solidão realmente é muito difícil
Ou seja ainda não consegui casar tantas vezes como vc falou
O Neto até assustou quando vc disse
Kkkkkk
Quando decidir vc será o primeiro a ser comunicado
Kkkkk
Grande abraço
Ricardo J.Macedo

[19:12, 5/2/2019] Ola...como vc esta Milton??? Obrigada por sempre lembrar do meu pai. É muito gratificante p nós...
Ontem vc citou o nome dele no programa da Cátia e muita gente nos mandou msg comentando. Obrigada de coração....é q Deus continue te abençoando.
Esta semana faz 4 anos de luta ...mas vamos conversar tinuar seguindo firmes.....até qdo Deus quiser.. bjsss

Cláudia Burini (filha de Hélio Burini)

De: Rafael Magalhães <rmeventosmgerais@gmail.com>
Enviada em: terça-feira, 5 de fevereiro de 2019 11:41
Para: Milton Neves - Terceiro Tempo <miltonneves@terceirotempo.com.br>
Assunto: Re:

Fala Grande Milton
primeiramente gostaria de agradecer pelo contato do CARLOS BAPTISTA da Band campinas e que de pronto atendeu nosso pedido. estamos disputando um campeonato regional e chegamos na final que vai ser sábado agora.
e logo em seguida iremos a campinas pra contato com a macaca.
Milton o esporte local pede socorro e uma vez se a parceria com a ponte der certo para um projeto de escolinha (filial) mandaremos constantemente jogadores de todas categorias para a PONTE DE CAMPINAS.
estamos motivados e trabalhando nesse projeto e iremos agora fazer um evento ´pra reforma do vestiário.
imaginamos a correria da sua vida kk mas se der vc poderia gravar um vídeo pedindo para as empresas da cidade apoiarem esse projeto e falando que a ponte preta de Muzambinho está de volta.
se possível pede pro grande Kennedy enviar para meu WhatsApp 35 99122 7442.
e vamos juntos ganhar esse Regional trazer o caneco para nossa cidade

mas uma vez obrigado por tudo
que Deus abençoe cada vez mais vc e toda sua equipe

RAFAEL MAGALHÃES
PRESIDENTE

De: Milton Bigucci <big@mbigucci.com.br>
Enviada em: quinta-feira, 7 de fevereiro de 2019 10:15
Para: kennedy@terceirotempo.com.br
Assunto: RES: Áudio - Rádio Bandeirantes - programa DOMINGO ESPORTIVO 03.02.2019

um grande abraço a todos vocês. um dia destes vamos almoçar no Rancho Portugues. Te ligo

De: Luiz Antonio <bila.10@hotmail.com>
Enviada em: quarta-feira, 6 de fevereiro de 2019 17:41
Para: Milton Neves <redacao@terceirotempo.com.br>; Milton Neves <miltonneves@terceirotempo.com.br>
Assunto: Barraco em familia.

Boa tarde, Milton Neves...

Tenho visto na Internet as noticias sobre a disputa das irmãs Saad pelo controle da Rede Bandeirantes. Quando a gente vê esses barracos nas famílias menos abastadas as gente nem liga. Mas quando o caso ganha essa proporção tudo mundo fica atento. E que situação esta a Rede Bandeirantes hein. Outro a maior rede de rádio, onde trabalhavam os melhores narradores, repórteres, cronistas, comentarista e jornalistas em geral. A casa do grande Hélio Ribeiro, Vicente Leporace e outros tantos que nem me lembro dos nomes. Chegar a esse ponto, com dividas bilionárias e briga em família por disputa de poder. Desligaram o sinal de AM que levava as ondas para locais mais distantes e deixaram apenas o FM que não tem o mesmo alcance. Aqui na Penha mesmo o sinal entra fraquíssimo e sempre tenho de dar uma ajustada na antena. Tinha um pequeno radinho onde ouvia até o sinal de FM mas recentemente nem lá o sinal entra. O seu programa de fim de jogo nas quartas feiras não ouco mais. Com isso a gente vai procurando e encontrando novas opções e a audiência vai diminuindo Tudo isso pra que, economia? Vamos ver até onde vai...

Luiz Billora
Expectador da vida alheia
Penha/SP

Meu caro Milton parabens pelo programa de Rádio de ontem na Band ! foi um domingo Gigante -3 entrevistas incomparaveis com o Jotinha ...dom o Tenente Pedro ! e depois dom o Preá voce emocionou e ficou emocionado pela profundeza da alma das 3 entrevistas parabéns ...elogiar vc é lugar comum ! é o mesmo que dançar com a irmã ..pois voce é perfeito no que faz ! por isso é um vencedor...Milton deixa eu fazer uma pergunta pra voce ;voce receberia no escritorio da sua empresa ; a Soraya que ja lhe disse é filha..sobrinha enteada pe uma menina maravilhosa ela gostaria de conhece-lo e falar dessas atividades esportivas que ela participa e organiza ..tem um trabalho beneficente ...se voce recebe-la voce verá que é uma menina maravilhosa ...eu sei que quantas Sorayas ; Zé ; Maria ...gostaria de conhecer e falar com o Milton Neves ;sua agenda é de Deus ;mais acinturada que espartilho de Freira . È isso Milton vou ficar torcendo para que de certo pra Soraya abs querido .

Compartilhe:
Imagem Nuvem de Notificações

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 San
    32
  • 2 Fla
    30
  • 3 Pal
    30
  • 4 Atl
    27
  • 5 São
    27
  • Veja tabela completa